• Assinantes
  • Autenticação
  • Negócios

    Entenda o que é o Controle de Fluxo de Caixa


    Leandro Bitencourt Albino 14/11/2020

    Dando continuidade na nossa série sobre Controles Financeiros, nosso assunto de hoje é sobre o Controle de Fluxo de Caixa.

    O Fluxo de Caixa tem como finalidade evidenciar o fluxo de valores a receber e a pagar em determinado período, demonstrando assim a disponibilidade futura de caixa (recurso financeiro) para utilização nas atividades da empresa. 

    Através dele é possível:
    •    Analisar fluxo de recebimentos da empresa, ou seja, as datas em que a empresa possui maior ou menor volume de valores a receber;
    •    Analisar o fluxo de pagamentos da empresa, ou seja, as datas em que a empresa possui maior ou menor volume de contas para pagar;
    •    Verificar a disponibilidade futura de “caixa” para o pagamento das obrigações com terceiros através do comparativo entre os valores a receber e a pagar por dia, bem como através do saldo acumulado disponível até determinada data.
    •    Permite planejar o momento mais adequado para se contrair uma dívida ou obrigação, tendo em vista a data de vencimento que se pretenda obter, bem como por exemplo a negociação da data de vencimento  de uma fatura junto a um fornecedor para que nesta data pactuada a empresa tenha a certeza de que terá disponibilidade de “caixa” para o seu pagamento.
    •    Permite mensurar o montante de capital de giro necessário à manutenção das atividades da empresa e a quantidade de dias em que este capital é necessário (fator importante para avaliação de empréstimos, antecipações de receita e despesas bancárias). Um exemplo seria uma empresa que deve pagar sua folha de pagamento no quinto dia útil do mês, mas só tem fluxo de recebimento a partir do dia 10. Assim, a mesma terá que possuir um capital de giro para suportar o pagamento de sua folha e demais despesas até o dia 10. 

    O Controle de Fluxo de Caixa poderá ser gerado por um software da empresa ou em uma planilha eletrônica como, por exemplo, o Excel que possibilitará mais agilidade na geração e análise das informações.
    Vejamos então na prática como ele funciona. Tomemos por análise o Fluxo de Caixa da segunda quinzena de novembro de 2020:

            

    •    Com base nos dados fornecidos pelo Controle de Contas a Receber o Controle de Fluxo de Caixa totalizará o montante a ser recebido por dia.
     
    •    De outro lado, com base nos dados fornecidos pelo Controle de Contas a Pagar o Controle de Fluxo de Caixa totalizará o montante a ser pago por dia.

    •    Em seguida será totalizado o saldo do dia, através do comparativo entre os valores a receber e a pagar neste dia, representando a “sobra” ou “falta” de dinheiro no dia.

    •    Por fim, será apresentado o saldo acumulado até o dia, que representa as “sobras” de dinheiro decorrente do confronto dos valores a receber e a pagar de determinado mês ou período.

    Assim, conforme exemplo acima, ao analisarmos o Fluxo de Caixa da empresa  antes de efetuar uma compra de um fornecedor com valor a pagar de R$1.200,00 e com data de pagamento prevista inicialmente para o dia 24/11, verificamos que nesta data a empresa não teria “caixa” suficiente para pagar este fornecedor, pois seu saldo seria de apenas R$1.062,00.

    Desta forma, ao analisar o seu fluxo de caixa a empresa pode negociar o vencimento do boleto apenas para o dia 30/11, onde terá caixa suficiente, ou aguardar mais alguns dias para confirmar a compra de forma que o vencimento corresponda ao dia desejado, evitando assim que a empresa utilize de recursos financeiros, como cheque especial ou conta garantida, para saldar suas contas a pagar.

    E na sua empresa como anda o seu fluxo de caixa? Você consegue mensurar e analisar de forma ágil o seu fluxo financeiro? Tem se antecipado na análise de seu fluxo de caixa antes de contrair obrigações a pagar? Em tempos de enormes desafios a gestão eficiente dos recursos financeiros é fundamental para o sucesso de sua empresa!

    Na próxima quinzena continuaremos a série sobre os Controles Financeiros e nosso assunto será sobre a DRE Gerencial. Então não perca!!!

    Gostou desse assunto? Então compartilhe essa informação importante e fique ligado em nossa coluna!
    Um abraço e até a próxima.

    Leandro Bitencourt Albino é graduado em Ciências Contábeis pela Faculdade Machado Sobrinho, possui experiência de duas décadas nas áreas fiscal e contábil, e mais de 12 anos em consultoria empresarial, atua como palestrante e instrutor em cursos in company. .

    Os autores dos artigos assumem inteira responsabilidade pelo conteúdo dos textos de sua autoria. A opinião dos autores não necessariamente expressa a linha editorial e a visão do Portal ACESSA.com

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.