Série MEI – Orçamento e controle de gastos

Para concluir nossa série hoje nosso assunto é o orçamento e controle de gastos

por Leandro Bitencourt Albino - 24/06/2021

Caros leitores, espero que todos estejam bem! Chegamos ao final de nossa série sobre o MEI – Microempreendedor Individual! Espero que tenham gostado! E para recapitular Eu falei para vocês sobre: o que é o MEI, suas obrigações acessórias, contratação de empregados, desenvolvimento de produtos, formação de preço de venda, canais de venda, como controlar compras e estoques, controle de vendas e recebimentos, controle de contas a pagar e Fluxo de caixa.

Para concluir nossa série hoje nosso assunto é o orçamento e controle de gastos. Uma vez possuindo todos os seus controles de compras, estoque, vendas, contas a receber e a pagar, agora é preciso planejar o futuro e como controlar seus gastos. Para tanto o MEI deverá elaborar um Orçamento.

O Orçamento é um plano financeiro que compreende a previsão de receitas, custos e despesas futuras, bem como a apuração do resultado estimado (lucro), decorrente dessa previsão.

O Orçamento normalmente tem periodicidade anual e é segregado mensalmente, mas o MEI também pode trabalhar com períodos menores, como o orçamento do trimestre ou do semestre.

Elaborando um Orçamento:

Para elaborar um orçamento o MEI deverá primeiramente analisar seus tipos de receitas e a média de recebimento mensal, considerando as variações (sazonalidade) que poderão ocorrer em determinado período do ano.

Em seguida, deverá listar seus custos (gastos diretamente ligados à atividade operacional do MEI), bem como as despesas (gastos com aluguéis, energia, telefone, entre outros...).

Deverá considerar também no Orçamento os desembolsos financeiros com o pagamento de empréstimos e financiamentos, que apesar de não representarem custos ou despesas, resultam em saída de dinheiro.

Finalizada essa etapa, poderá estimar o seu resultado através da seguinte equação:

Receitas – Custos – Despesas – pagamentos de Empréstimos e financiamentos
=
Resultado financeiro (Lucro ou prejuízo)

Desta forma, após a conclusão de seu Orçamento o MEI terá em mãos um plano financeiro a ser seguido, um “norte”, uma direção, que será essencial para o seu controle de gastos.

Controlando gastos com a ajuda do Orçamento:

De posse de seu Orçamento, o MEI deverá consultá-lo constantemente, verificando de um lado se os gastos estão ocorrendo de acordo com o orçado (orçado x realizado), e de outro, se ainda possui disponibilidade no orçamento para efetuar determinado gasto, ou se terá que “segurar” determinada despesa para não estourar o seu orçamento naquele mês.

Portanto, o Orçamento se mostra como uma excelente ferramenta de controle de gastos, permitindo ao Microempreendedor nortear suas operações para que alcance os resultados nele projetados.

Gostou desse assunto? Então compartilhe essa informação importante e fique ligado! E há! Se você perdeu essa série não deixe de conferir todo o conteúdo em nossa coluna Gestão de Negócios aqui no portal.

Um abraço e até a próxima!

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.