Roberto Monti Roberto Monti 5/1/2010

Feliz Marketing 2010 para Você!

Montagem AcessaO processo de tomada de decisão da mente humana que é traduzido em comportamento e ação é de grande complexidade. A preferência do consumidor varia de caso para caso onde podemos ter em algumas ocasiões o preço como fator mais importante, mas em outras ocasiões o atendimento passa a ter fundamental importância na decisão de compra.

A neurociência traz inúmeras experiências e comprovações das reações do consumidor, mas ainda é difícil interpretar com certeza os seus resultados.

Preferências e valores não são a mesma coisa. As preferências mudam e variam no tempo e de acordo com a situação econômica e social. A experiência e a informação que resultam no conhecimento auxiliarão a entender melhor o seu Cliente.

A cada dia observamos uma evolução na cultura do mundo corporativo no que se refere importância dada ao marketing e à visão empresarial moderna, que analisa a matéria como forma de obter mais e melhores negócios. É uma visão necessária para qualquer corporação – independentemente de tamanho ou do negócio.

O marketing, assim como tudo na modernidade, também se adapta. O foco da padronização muda e entra em cena a segmentação, com a personalização de produtos. O desafio da área de Marketing nos dias de hoje é identificar as tendências ou microtendências de comportamento, como alguns preferem chamar.

Sem dúvida, o consumidor nos últimos 20 anos tornou-se mais consciente e exigente, sabendo que está sendo constantemente cortejado pelas empresas que buscam sua fidelidade, atenção e total apoio.

Na época de recessão surge o efeito de maior consciência do consumidor questionando a necessidade ou não de compra de alguns produtos e então muitos começam a adotar a filosofia de “menos é mais”.

Para atravessar um período de crise as empresas devem acelerar as mudanças, mensurar os riscos e incertezas, adaptando-se em todas as áreas com especial atenção em vendas e marketing. Algumas sugestões para serem analisadas e colocadas em prática:

  • Fazer pesquisa de marketing e não confiar apenas na intuição;

  •  Concentrar os gastos de publicidade em seus mercados fortes e investir em novos meios digitais;

  • Descontinuar produtos que geram poucos lucros e oferecer serviços que possam gerar negócios futuros assegurando a continuidade de compra por parte do cliente;

  • Parceria com os fornecedores/distribuidores/revendedores;

  • Promover alianças estratégicas com outros segmentos;

  • Ajustar as margens de lucro dos produtos acompanhando com rapidez as mudanças no que os clientes consideram de “valor” para investir seu dinheiro;

  • Ofereça solução para seu cliente e não “apenas um produto”;

  • Identificar os pontos fortes e fracos do pessoal de vendas capacitando, motivando e incentivando o espírito de equipe;

  • Lembrar que a redução de vendas/receita cria oportunidades para atender a nichos de mercado antes não identificados logo, é preciso ser eficaz e inovar;

  • Invista no marketing social;

  • Investir em tecnologia como forma de melhor controlar suas operações, a produção, as vendas e atender com mais rapidez ao cliente.

Empresário/Executivo: são muitas as providências que podem ser tomadas para enfrentar as dificuldades do mercado que aos poucos vai se regularizando, criando oportunidades para a sua empresa ter bons resultados em 2010!



Roberto Monti
é consultor de Marketing.
Co-autor do livro (IN)Fidelidade, Uma Questão de Qualidade
Clientes Sonham, Empresas Concretizam.
Editora Virgo - São Paulo, 09/2000 

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.