Balcão de Energia
Empresários que não atingiram meta vão poder “comprar” energia

Flávia Machado
09/08/01

Foi lançado recentemente o Serviço de Bolsa de Energia da Indústria Juizforana, uma espécie de Balcão Cemig na cidade. Trata-se de uma iniciativa do Centro Industrial e do Conselho Regional de Desenvolvimento da Zona da Mata que vai detectar e disponibilizar a oferta e a procura de energia entre as empresas locais.

Na prática, quem tem energia sobrando vende para quem precisa, ou seja, a empresa que tiver um consumo abaixo da meta estabelecida pela concessionária poderá ceder o direito de meta da energia excedente para outra empresa.

Por exemplo, quem tem uma meta de 1000 KWh/mês e consome somente 500 KWh/mês pode vender o que sobra. Da mesma forma, quem necessita de mais energia e não pode ultrapassar a meta terá a possibilidade de comprar.

Outro detalhe é que se a empresa que comprou energia elétrica não utilizar o total adquirido naquele mês vai poder jogar este excedente para o próximo mês.

O preço médio de 1000 Kwh/mês é de cerca de R$ 280. Qualquer empresa interessada pode procurar o Balcão de Energia, sendo que a taxa mínima, para compra ou venda, é de 200 Kwh/mês.

O Centro Industrial está realizando o cadastramento das empresas pelo telefone: 3215-4333.

Todo o processo das negociações tem a supervisão da Cemig.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.