Software Livre
Vantagens da utilização deste programa para as empresas

Ludmila Gusman
15/10/02

Muito tem se falado sobre a utilização do Softwares Livres. Mas o que são programas com esta característica? Quais as utilidades que eles trazem para uma empresa ou pessoa física que deseja utilizá-los?

Resumidamente, podemos definí- los como softwares que podem ser redistribuídos e modificados sem restrições. Isto quer dizer que, se sua empresa tem um produto de software livre, pode alterá-lo para funcionar como deseja. O Software Livre permite aos usuários a liberdade de rodar, copiar, distribuir, estudar, mudar e melhorar o programa, caso seja necessário.

É por estas e outras vantagens que o coordenador do Núcleo Softex-Agrosoft de Juiz de Fora, Paulo Vilella, acredita que todas as empresas deveriam considerar a utilização destes programas, principalmente, se elas possuem uma rede de computadores interligados. "Assim poderiam gerenciar a rede usando um sistema operacional livre e gratuito - como o Linux - com vantagens técnicas e econômicas em relação ao sistema operacional proprietário Windows", diz o coordenador.

Segundo Paulo Vilella, o custo é menor não apenas por se tratar de um software gratuito, mas porque o Linux é também menos exigente. "Quem usa outro tipo de software pecisa atualizar seu computador em função de uma nova versão que foi lançada, mesmo que você continue a executar praticamente a mesma coisa. Isto é, a obsolescência ou depreciação da plataforma (software e hardware) é muito elevada, comparada a plataforma Linux", explica.

Outra vantagem do Software Livre é que se trata de uma tecnologia aberta, isto é, existe uma comunidade de programadores que se encarregam de manter o software e que sabem o que estão fazendo. E mesmo que alguém dessa comunidade pare de contribuir com seu trabalho voluntário, os demais podem continuar o serviço de atualização constante do software. "Assim, os usuários nunca serão pegos de surpresa como acontece com o software proprietário, no caso, por exemplo, da empresa ser vendida para outra, falir ou resolver parar de aperfeiçoar o produto sem consultar seus usuários", alerta.

Alguns exemplos
Com relação aos aplicativos utilizados no programa, como por exemplo, o pacote de escritório (Office) que inclui o processador de texto (Word), a planilha eletrônica (Excel) e o apresentador (Powerpoint), Paulo Villela aconselha as empresas, independente do número de computadores, a usar o Open Office que é livre e totalmente gratuito e já vem em Português, inclusive com corretor ortográfico. "Ele roda tanto sobre o Windows quanto sobre o Linux. É muito bom e consegue ler e salvar os arquivos no formato do Office da Microsoft", recomenda.
Para baixá-lo, basta acessar o site http://www.openoffice.org.br.

História
O impulso inicial para a história do software livre foi dado em 1969, quando Ken Thompson, pesquisador do Bell Labs, criou a primeira versão do Unix, um sistema operacional multi-tarefa. Este sistema era utilizado pelos grandes computadores que existiam na década de 70 em universidades e grandes empresas, os mainframes. O Unix era distribuído gratuitamente para as universidades e centros de pesquisa, com seu código-fonte (suas linhas de programação) aberto. A sigla OSS (Open Source Software) é a que designa esse tipo de programa, cuja estrutura pode ser modificada por qualquer usuário com conhecimentos em informática, diferente dos sistemas operacionais mais usados atualmente, como o Windows. A partir daí foram surgindo novas versões do Unix, igualmente abertas e compartilhadas pelo meio acadêmico.

Fonte: http://www.comciencia.br

Outras informações
Para esclarecer as dúvidas sobre Software Livre, o diretor da ADR Soluções, empresa direcionada ao software livre em Juiz de Fora, Anderson Mancebo, em entrevista exclusiva ao JF Service, oferece algumas dicas e esclarecimentos para as empresas que desejam adquirir o Programa. Confira!

JF Service - O que é um Software Livre. Qual a utilidade para as empresas?
Anderson Mancebo - Software Livre é todo aquele desenvolvido em open source (código aberto) à comunidade, para comunidade e pela comunidade. Temos uma diversidade muito grande no campo de software livre. Existem programas de edição de textos, planilhas, slides, editores de imagens, jogos, players de áudio e vídeo, navegadores web, clientes email, ambientes gráficos, dentre muitos outros. O Software Livre está sendo bastante disseminado hoje pelo mundo. Os países que mais aderem à filosofia são o Brasil e a Índia. No caso do Brasil, podemos citar como um forte utilizadore o estado do Rio Grande do Sul. Mas o movimento está tomando grandes proporções. Podemos ver anúncios de Fóruns e Seminários em quase todos os estados.

JF Service - O que o empresário ganha em termos de custos e viabilização de serviços utilizando o software livre?
Anderson Mancebo - O software livre, primeiramente, vai oferecer a liberdade de utilizá-lo sem pagar pela sua licença, além da possibilidade de adequá-lo às suas necessidades. Você pode modificar diretamente o código fonte do programa, desde que respeite a licença GNU (esta licença se encontra em http://www.gnu.org/licenses/licenses.pt.php ). Os seus custos serão bem reduzidos, pois você não terá que pagar as licenças de uso de um MS Windows, um MS Office e de outros softwares proprietários, por exemplo. O software livre também possui um desempenho notável em equipamentos considerados obsoletos, sendo assim você não terá custos astronômicos com upgrade de equipamentos. Aquele velho 386 que está servindo de escora de porta na garagem ou no canto mais escuro do escritório poderá ganhar um fôlego novo ao instalar uma série de softwares livres nele.

JF Service - Quanto pode economizar uma empresa ao usar Software Livre?
Anderson Mancebo - Como já falamos acima, você economiza em licenças, que é o mais importante, em uma possível fiscalização seguida de multa, caso sua empresa esteja utilizando programas piratas, no upgrade de equipamentos.

JF Service - Para que tipo de empresa ele é mais vantajoso (escolas particulares,cursos de informática)?
Anderson Mancebo - A filosofia de software livre engloba todos os usuários de computadores. Desde o usuário doméstico, passando por escolas públicas e particulares, cursos de informática, universidades, até os desenvolvedores. Enfim, qualquer pessoa. É uma filosofia universal.

JF Service - A quem recorrer quando acontece um problema com o software?
Anderson Mancebo - A grande vantagem do open source é que você tem diversas pessoas trabalhando em cima dele ao mesmo tempo e em todo mundo. Hoje em dia, com o avanço da internet, fica cada vez mais rápido resolver pequenos problemas. Muitas vezes antes mesmo do problema aparecer em sua máquina, já existem pessoas alertando para a correção e como corrigir. Os anúncios e as correções são feitos através de listas de discussões e páginas web. É interessante salientar que se algo de anormal acontecer em sua máquina, você deve reportá-lo à uma lista ou uma central de bugs, que o mesmo será solucionado em minutos. Em Juiz de Fora existe um grupo muito grande de usuários que possuem um bom nível de conhecimento.

JF Service - Em Juiz de Fora já existem empresas que utilizam o software?
Anderson Mancebo - Existem pequenas empresas empenhadas na filosofia de software livre. A Prefeitura de Juiz de Fora também possui um programa excelente para a substituição do MS Office pelo OpenOffice.org BR totalmente desenvolvido em open source. Outro exemplo muito bom é a Cia do Metropolitano de São Paulo que também utiliza o OpenOffice.org BR. Devemos lembrar que a maioria dos provedores de acesso à internet em Juiz de Fora e no mundo, utilizam software livre. Um bom exemplo é o serviço http (apache).

JF Service - Como faço para adquirir um software livre em minha empresa? Onde encontro e quem devo procurar?
Anderson Mancebo - Depende do tipo de software que você quer. Todos estão disponíveis na internet para download. Existem várias empresas que fornecem esse tipo de consultoria.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.