Feliz dia das mães para o comércio
Embalados por uma das melhores datas do ano, lojistas esperam crescimento de 6% no mês de maio. Frio e Festa Country ajudam

Ricardo Corrêa
Repórter
10/05/06

Mãe só tem uma. E antes tivessem várias. O comércio estaria rindo à toa, afinal, é com os presentes comprados pelos filhos que se faz desse um dos melhores períodos do ano para os lojistas. O mês de maio só perde para o final do ano em vendas e, com a aproximação da data mais esperada, o dia 14, as lojas se preparam para receber muitos clientes que deixam para comprar o presente das mamães na última hora.

A expectativa do comércio para este ano é que pelo menos se repita o resultado obtido no ano passado, quando houve um crescimento de 4,96% nas vendas em maio. Mas de acordo com Vandir Domingos da Silva, presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Juiz de Fora (CDL/JF), o crescimetno pode ser ainda maior.

"Nossa expectativa é de que esse crecimento possa chegar a 6% no mês de maio. Apostamos nisso em função da queda na taxa de juros, e no aumento do salário mínimo. Estamos vivendo um ambiente positivo e o que influi também são os eventos que já estão acontecendo na cidade durante este mês. Isso ajuda a reforçar bastante também", explica Vandir Domingos, referindo-se à Festa Country, que dividie espaço com festividades do aniversário da cidade.

Mas existe um outro fator que pode ajudar os comerciantes a venderem mais neste período. Se os lojistas torcem pela chegada do mês de maio, torcem também pela chegada do frio.

"Se o frio aumentar ajuda a reforçar. Se esfriar mais podemos superar essas expectativas" explica Vandir que ressalta que alguns setores vendem mais na proximidade do dia das mães.

"Eu falo nesse crecimento de uma maneira geral, mas é claro que alguns segmentos refletem um crescimento maior. As lojas de eletrodomésticos e eletroeletrônicos, por exemplo", conta Vandir Domingos.

Mães x Copa
Em 2006, as vitrines estão diferentes para o Dia das Mães. São poucas as que foram preparadas especialmente para a data. Muitas já estão enfeitadas é para a Copa do Mundo, que só acontece no mês que vem. Vandir Domingos não faz nenhuma relação entre um crescimento no mês de maio e a chegada da Copa, que só começa no dia 9 de junho. Mas, nas vitrines, o Dia das Mães já teve que dividir espaço com a maior competição do futebol mundial.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.