Negócio de dar água na boca! 5ª Feira de Negócios Abrasel espera reunir, aproximadamente, quatro mil pessoas e movimentar um milhão de reais

Fernanda Leonel
Repórter
15/08/2006
Clique no ícone ao lado para ouvir o presidente da Abrasel, Fernando Neiva, falando sobre a importância da Feira para Juiz de Fora e sobre os valores financeiros que devem ser movimentados na cidade


"Venha ver, ser visto e fazer bons contatos". O texto que abre o convite da Feira de Negócios da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) já resume o objetivo e a proposta do evento.

A feira é nova - está em sua quinta edição -, é sofisticada, cheia de tecnologia e baseada nas mais modernas teorias da administração. O que acontece, no entanto, é que todas as novidades caminham para um velho "ditado", bastante conhecido: "quem não é visto não é lembrado".

Em bom português é isso mesmo. Empresas ligadas ao setor de alimentação da cidade, região e de outros estados se reunem em um único espaço para divulgar o seu nome, mostrar as lideranças no mercado e apresentar produtos e novidades do ramo comercial que se dedicam.

A quinta edição da mostra começou às 14h, desta terça-feira, 15 de agosto, e vai até quarta, dia 16. O Palácio de Cristal é a sede pelo quarto ano consecutivo. De 14h às 22h, os stands ficam abertos para a visitação do público.

Como destaca o presidente da Abrasel, Fernando Neiva (foto abaixo), ao longo do ano, várias empresas procuravam a entidade para apresentar o trabalho desenvolvido. "O que acontece é que não temos tempo para atender a todos, encaminhar essas novidades e muitas informações acabam se perdendo", comenta, justificando porque surgiu a idéia de realizar a feira.

Para ilustrar a história, o presidente usou o produto azeite como exemplo. "Às vezes, alguém lança um azeite novo, que tem algum tipo de benefício. Lançado e divulgado aqui na feira, essa informação chega a todo tipo de público", ressalta.

Na prática, isso quer dizer que o consumidor fica sabendo da novidade para buscar o azeite na prateleira depois. Quer dizer também que um restaurante pode adquirir o produto, que um pesquisador faz dessa idéia outro benefício, que o concorrente fica de olhos abertos. Isso, para só citar alguns exemplos.

Um público de, aproximadamente, quatro mil pessoas está sendo esperado para os dois dias de feira. Para o presidente, esse número de visitantes, que em grande parte não é da cidade, é uma das grandes colaborações do evento para Juiz de Fora.

"Não é todos os dias que a cidade recebe uma grande quantidade assim de pessoas". Para Fernando Neiva, esse número de pessoas se transfere dinheiro para incontáveis áreas de comércio da cidade. "É dinheiro rodando", diz.

E por falar em dinheiro, a expectativa de movimentação de capital é grande. Para os organizadores, espera-se atingir a marca de um R$ 1 milhão em negócios, durante a quinta edição.

Crescimento

O presidente da Abrasel fez questão de destacar, com números, o crescimento do evento nos últimos cinco anos, em especial no que diz respeito à edição 2006.

Do ano passado para cá, o número de investidores e participantes quase dobrou. Em 2005, eram 20 as empresas que montaram stands e deslocaram pessoal para o Palácio de Cristal. Nesse ano, esse número subiu para 52. Com relação do primeiro ano da feira, o número de parceiros triplicou.

Pelo menos 50% dos produtos apresentados, são de empresas de grande porte, que tem circulação e distribuição nacional. O contato dos empresários locais e regionais com essas mepresas também foi destacado na abertura como importante para a economia local.

Aproximadamente 50% dessa grandes empresas, vieram do Rio de Janeiro, de São Paulo, de Belo Horizonte. Os outros 50% dizem respeito a empresas da região, cidade e Zona da Mata.

A diversidade de produtos apresentados também tem crescido muito de um ano para o outro. A feira começou bastante ligada à gêneros alimentícios e hoje engloba serviços que vão desde uniformes para restaurantes até mesmo material de limpeza.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.