Chegada do sol aquece as vendas no comércio Setores que vendem alimentos para o verão e que estavam sendo
prejudicados por causa da chuva comemoram a volta do sol e do calor


Priscila Magalhães
Repórter
15/02/08

É comum andar pelas ruas em dias de sol e ver as pessoas tomando um refrigerante, suco, água ou água de coco. As sorveterias estão sempre cheias e os comerciantes estão rindo a toa.

É o caso de Daniel Francisco Domingos. Ele está comemorando o aumento das vendas por causa do calor. "Tenho vendido cerca de cem picolés por dia. E o melhor é que ganho um dinheirinho extra, já que recebo por comissão. Nas últimas semanas tenho ganhado cerca de R$ 40 por dia", conta.

Segundo ele, os sabores mais vendidos nessa época são os de fruta, como limão, coco e abacaxi por serem os mais refrescastes. "Mas o de limão ainda é o que os clientes mais procuram", afirma. Também é comum ouvir as pessoas reclamando do calor. "Quando elas chegam para comprar picolé, geralmente dizem que está muito quente".

Mas, ao contrário dos clientes e como Daniel, a gerente de uma sanduicheria, Silvana Bravo, também comemora. "As vendas estão só subindo, junto com o calor. Já aumentaram em cerca de 60%", diz. Segundo ela, a loja está saindo na frente, porque no centro da cidade não existe sorveteria como a que ela trabalha. "Nós resgatamos a tradição do sorvete, pois vendemos vaca preta, amarela, banana split, coisas que não encontramos tão fácil", conta.

É o que disse rapidamente um de seus clientes. "É muito difícil achar sorvete como este aqui no centro, vendido em taças", diz ele, enquanto pede uma água, confirmando o que Silvana também diz. "Eles tomam sorvete e depois pedem água, que tem vendido muito. Toda hora sai e Às vezes, as pessoas entram aqui só para comprar isso".

carnaval carnaval carnaval

Dar uma volta na rua é sinônimo de gastar um dinheirinho a mais, diz Willians Vieira Fernandes. "O calor está demais e acabamos parando para comprar um sorvete e tomar uma água, aí gastamos mais, mas vale a pena, pois temos que nos cuidar". Além da água, Willians também costuma tomar suco natural e prefere evitar os refrigerantes.

Enquanto isso, Ana Paula Ângelo e Karine Ângelo, gerentes de uma lanchonete, estão achando o movimento excelente. "As pessoas entram aqui reclamando do calor e pedem muita água mineral, água de coco e refrigerante", diz. Segundo ela, depois do carnaval, o aumento nas vendas foi de 90%. A cliente Lúcia Pedrosa tomava um suco de graviola. "Tem que aliviar o calor de alguma forma. Costumo tomar água e suco de goiaba ou kiwi", conta.

E o cafezinho?

Tem gente que até passa mal só de pensar em tomar um café no calor. Mas quem pensa que as vendas diminuem consideravelmente, se enganou. A funcionária de uma cafeteria, Marlene Gonçalves diz que o movimento diminui só um pouco, porque quem tem o costume de tomar café, não fica sem ele. E para quem não consegue tomar o café com o tempo quente, pode continuar entrando em uma cafeteria, porque existem várias opções.

carnaval carnaval carnaval

"Para substituir o café tradicional, temos o capuccino gelado e entre as outras opções estão o chocolate e chá gelados". Segundo ela, a venda destes produtos é muito boa. "Mas o que as pessoas mais procuram mesmo é a água, refrigerante, suco e a salada de frutas, típica do tempo quente", completa.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.