Empresas de JF investem em mídia interna Anúncios podem ser encontrados em banheiros, portas de elevadores
e em vários ambientes fechados


Daniele Gruppi
Repórter
06/03/08

Atualmente, é comum encontrar anúncios em banheiros de bares e restaurantes, nas portas de elevadores de prédios comerciais e em outros locais fechados. São as publicidades indoor que ganham cada vez mais visibilidade.

Há oito meses a fonoaudióloga, Priscila Mota, aposta no painel eletrônico no edifício onde sua clínica está localizada. "Escolhi esta forma de divulgar os meus serviços, porque o prédio tem muito movimento e o preço para fazermos a divulgação é bem acessível. Já observo o retorno deste investimento, vários pacientes já vieram procurar pelo tratamento após ter visto o anúncio".

A proprietária de uma farmácia de homeopatia, Laura Campice, também investe na mídia indoor. "Acredito que o retorno não seja direto, mas a intenção é fixar a marca. Fazer com que as pessoas gravem o nome na memória mesmo que de forma inconsciente", declara.

O analista de sistema, Ivanir Miranda, é um consumidor que acredita no potencial dos anúncios em ambientes fechados. "De um jeito ou de outro a pessoa acaba vendo. Chama bastante atenção". Já o estudante, Rafael de Lima Reis, acha que não dá para fixar o nome nos anúncios indoor. "Tem visibilidade, mas como não prestamos atenção, não gravamos".

publicidade indoor publicidade indoor

Segundo a publicitária Gisele Cid, a mídia oferece diferentes possibilidades de trabalho. "Geralmente, as campanhas são mais ousadas, agrada quem vê e quem faz", afirma.

Mídia de apoio

Para Gisele Cid, qualquer campanha deve ter um planejamento de mídia para análise do que vai funcionar ou não para o cliente. "O número de opções de espaço para mídia tem crescido em Juiz de Fora, como nos grandes centros. Mas, vale ressaltar que ela não é boa para para todas as empresas. Trata-se de mais uma mídia e que para ser utilizada precisa de um estudo. Nem sempre é recomendada".

Segundo o proprietário de uma empresa de mídia indoor e outdoor, Herbert Ramalho Giacomini , a melhor publicidade é o conjunto dela. "Não se deve apostar em apenas uma. A interna é essencial, mas funciona como um reforço. É barata, não apresenta restrição de audiência e o público é segmentado. Em prédios comerciais, por exemplo, há predominância da classe A e B e apenas 30% C, D e E".


Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.