Quarta-feira, 06 de novembro de 2007, atualizada às 16h07

Sindicato dos Trabalhadores do Ramo Financeiro da Zona da Mata estima que em novembro, com o pagamento do 13° salário, mais R$ 400 mil serão injetados na região


*Da Redação

Os bancários do HSBC, Itaú, Bradesco e Unibanco já receberam a antecipação de metade do pagamento da Participação nos Lucros e Resultados (PLR) bem como de seu valor adicional. A grande maioria dos 435 mil bancários do país já terá recebido o direito, resultado da Campanha Nacional dos Bancários 2007. Os outros 50% serão depositados em março de 2008, após o fechamento dos balanços dos bancos.

A estimativa é de que sejam injetados neste mês pelo menos R$ 1,014 bi na economia referente ao adiantamento da PLR, que inclui 40% do salário (com teto de R$ 2.938), mais fixo de R$ 439, acrescidos de um valor adicional de até R$ 900, que varia de acordo com o lucro de cada banco. Para o cálculo que somou montante em torno de R$ 1 bi, foi considerado um salário médio de R$ 2.800 e um adicional de R$ 600.

Para bancários do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal as regras são diferenciadas. O presidente do Sintraf Juiz de Fora, Marcos Louzada, estima que neste fim de ano, os bancários da Zona da Mata e Sul de Minas movimentaram mais de 3 milhões na economia da região. "Em novembro, com o pagamento da cesta 13° salário, serão injetados mais 400 mil reais na região", completa.

A outra metade a ser paga no ano que vem pode ser ainda maior já que os bancos que não distribuírem 5% de seu lucro líquido com o pagamento da regra básica de PLR devem majorar o pagamento de 80% do salário para dois salários com teto de R$ 11.652. Os bancários do BB que têm acordo semestral receberam 4% do lucro líquido distribuído linearmente (R$ 1.169), mais R$ 439 fixos e um percentual de no mínimo 40% do salário bruto. Na Caixa, o acordo prevê o pagamento de R$ 4.100 para não comissionados (técnicos bancários e escriturários) e de R$ 4.362,84 para os comissionados (analistas, técnicos de fomento, caixas, avaliador de penhor, entre outros). A Caixa já creditou 60% desses valores para cada bancário.

Informações enviadas pela Assessoria de Comunicação Sindicato dos Trabalhadores do Ramo Financeiro da Zona da Mata e Sul de Minas



Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.