Terça-feira, dia 11 de novembro de 2008, às 14h50

Credenciamento do Critt na ANP pode atrair recursos para projetos de Pesquisa e Desenvolvimento da UFJF

Guilherme Arêas
Repórter

O Centro Regional de Inovação e Transferência de Tecnologia (Critt) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) foi credenciado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) como instituição de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D).

Com a classificação, o Critt se torna apto a receber recursos das empresas detentoras de concessão para explorar petróleo, que são obrigadas a investir parte do faturamento em projetos de P&D, como a Petrobras.

O credenciamento permite, ainda, que o Critt desenvolva, em parceria com as faculdades de Engenharia e de Economia e Administração da UFJF, atividades de P&D para novas tecnologias, produtos, processos ou métodos relacionados ao planejamento e gestão energética e às fontes de energia renováveis, especialmente bicombustíveis ou aqueles que substituam ou incrementem o uso dos combustíveis fósseis.

Os responsáveis pela condução de todo o processo que levou ao credenciamento foram o professor da Faculdade de Engenharia e Secretário de Desenvolvimento Tecnológico (Sedetec), André Marcato, o diretor da FEA, Alexandre Zanini, e a professora da FEA Fernanda Perobelli.

Para Marcato, outros setores da Universidade têm a possibilidade de conquistarem o credenciamento na Agência.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.