• Assinantes
  • Autenticação
  • Negócios
    Sexta-feira, 21 de janeiro de 2011, atualizada às 18h03

    Consumidores juiz-foranos com idade entre 40 e 64 anos compram 46,8% a mais que jovens de 18 a 39 anos

    Clecius Campos
    Repórter

    Um levantamento realizado pela Câmara dos Dirigentes Lojistas de Juiz de Fora (CDL-JF), considerando dados do Serviço de Proteção do Crédito (SPC), aponta que os consumidores juiz-foranos com idade entre 40 e 64 anos compram 46,8% mais que os jovens de 18 a 39 anos. O estudo levou em conta as compras feitas no mês de dezembro de 2010.

    Segundo o estudo, a faixa etária que mais movimentou o comércio no final do ano foi a de 30 a 39 anos, representando 25,49% dos compradores. O grupo é seguido por aquele formado pelos consumidores com idade entre 40 e 49 anos, responsáveis por 23,73% das compras. Quem tem entre 50 e 54 anos levou para casa 23,07% do total de compras feitas em dezembro, enquanto jovens de 25 a 29 anos ficaram com 12,57% das compras. A população de 55 a 64 anos representou 8,69% dos compradores, enquanto os mais jovens, de 18 a 24 anos, representaram 6,45% dos consumidores.

    Outra descoberta interessante é que 68,01% do público que recorreu ao comércio juiz-forano em dezembro era composto por mulheres. Os homens foram responsáveis por 31,99% das compras. Para o presidente da CDL-JF, Vandir Domingos, o estudo vai permitir que cada comerciante avalie de que forma poderá dar mais atenção ao público feminino e com idade entre 40 e 64 anos. "O levantamento demonstra como é importante uma atenção especial ao público feminino da terceira idade. Cruzando os dados, percebemos que as mulheres de 40 a 64 anos respondem por 61% das compras, e é um público altamente consumidor que deve ser tratado com diferencial."

    O horário de maior fluxo de consumidores também foi estudado. O levantamento apontou que, em dezembro, 59% dos consumidores foram às lojas entre as 12h e as 18h. O turno da manhã (das 6h às 12h) foi o segundo mais movimentado do dia durante o mês natalino, apresentando 27% do fluxo de compras. Já o horário especial, compreendido das 18h às 24h, registrou 14% das compras. "O horário também é um fator que pode ser utilizado como diferencial. O comerciante pode aproveitar a informação para adequar ao anseio das pessoas. Podemos traduzir da seguinte forma: é preciso mais pessoas para trabalhar no período da tarde."

    Inadimplência tem ligeira queda

    O estudo indicou ligeira queda no índice de inadimplência no acumulado de 2010 em comparação com o ano de 2009. De lá para cá, a queda foi de 1,2%. Segundo o levantamento, os endividados tentam sanar seus registros no SPC o mais rápido possível. Do total de inserções de inadimplentes, 20,10% pagam suas dívidas e retiram seu nome do SPC Brasil em até 13 dias após o registro. Com até 30 dias da data da inclusão, 12,96% dos registros são retirados e em até 60 dias, 12,13%.

    Os textos são revisados por Thaísa Hosken

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.