• Assinantes
  • Autenticação
  • Negócios
    Sexta-feira, 27 de maio de 2011, atualizada às 19h

    Mesmo com a alta nos preços dos produtos lácteos, consumo mantém patamar

    Jorge Júnior
    Repórter
    leite

    O preço dos produtos lácteos sofreu um aumento de 3,3%, nos últimos meses, segundo uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que comparou o preço dos derivados entre abril de 2010 a abril de 2011. Mesmo com a alta, os juiz-foranos não pararam de consumir os itens.

    A aposentada Rita de Cássia Ferreira acredita que o preço não intimida o consumo. "Na minha casa, consumimos, em média, dois litros de leite por dia. Barato ou caro, tenho que comprar o produto." O proprietário de uma padaria no Centro da cidade, Felipe Monteiro, não notou queda no volume de vendas dos lácteos. "Os clientes já estão acostumados com essa alta nesta época do ano."

    A variação do preço do leite, um dos produtos mais consumidos pelos brasileiros, chama atenção. Se comparado a janeiro e abril de 2010 com 2011, a alta registrada foi de 1,5%. De acordo com uma pesquisa realizada Secretaria de Agropecuária e Abastecimento (SAA), na última quinta-feira, 26 de maio, em Juiz de Fora, o preço do leite tipo C, comercializado nas padarias e mercados da cidade, apresentou um amento de 0,9% na última semana, fechando com o valor de R$ 1,688. O produto, entretanto, que apresentou maior alta foi o leite em pó, com 8%.

    O pesquisador e economista da Embrapa Gado de Leite, Glauco Carvalho, esclarece que esse aumento é normal nesta época do ano, por ser o momento da entressafra. "Esse valor está no padrão normal da elevação. Todos os custos subiram. A ração, o milho e a soja ficaram mais caros," explica. O pesquisador diz que essa elevação deve permanecer até julho, seguido de um recuo no início de agosto. "Em agosto e setembro, ocorre um crescimento das pastagens, o que acaba incrementando as ofertas."

    Aumento no bolso do produtor

    Segundo Carvalho, o custo da produção de leite está 13% mais cara em comparação ao ano passado." A produção está estagnada e os produtores estão gastando mais. O litro do leite de janeiro a abril de 2011 era de R$ 0,75, agora, é vendido por R$ 0,79. Esse valor, comparado ao mesmo período do ano passado era de R$ 66, seguido de R$ 76.

    Os textos são revisados por Thaísa Hosken

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.