Quarta-feira, 22 de junho de 2011, atualizada às 14h58

Funcionários da Mercedes-Benz fazem acordo com a empresa

Victor Machado
*Colaboração
Funcionário da Mecedes em assembleia

As negociações dos funcionários da Mercedes-Benz e a empresa evoluíram depois de terem paralisado as atividades mais uma vez na manhã desta quarta-feira, 22 de junho. Os profissionais conquistaram um reajuste de 16,05% no valor da PLR em relação a 2010.

Segundo o vice-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Juiz de Fora e Região (Stim), Henrique Almeida, a proposta saiu de R$ 4.000 nas Participações do Lucros e Resultados (PLR) para R$ 4.700. Além disso, a categoria conseguiu um retorno de férias de 50%, a garantia de feriados prolongados e abono de todas as horas não trabalhadas durante as reivindicações. "O retorno de férias normal é de 30%, mas os metalúrgicos têm direito a um pouco mais."

Almeida comenta que a evolução não pode ser considerada o desejável, mas já pode ser considerada um grande avanço. A categoria reivindicava PLR de R$ 6,4 mil. O vice-presidente afirma que a proposta foi votada em assembleia que contou com 267 trabalhadores, sendo 161 votos favoráveis e 100 contra. Os demais votos foram brancos e nulos.

Terceirizados

Os terceirizados, que trabalham nas obras de adaptação da unidade para a produção de caminhões, tinham aderido ao movimento dos funcionários da Mercedes-Benz. De acordo com Almeida, a partir de agora, a luta é por melhores condições de trabalho desses terceirizados. "Vamos lutar por uma adequação na jornada de trabalho deles, até porque, eles foram essenciais." Uma paralisação dos terceirizados não está descartada e vai depender da evolução das negociações.

O Stim também já começa a negociação sobre contratações e a produção de 2012. Segundo o vice-presidente, começam as negociações para o próximo ano. "Vamos às melhorias para 2012."

*Victor Machado é estudante do 7º período de Comunicação Social da Faculdade Estácio de Sá

Os textos são revisados por Thaísa Hosken

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.