• Assinantes
  • Autenticação
  • Negócios
    Segunda-feira, 15 de agosto de 2011, atualizada às 18h30

    Comércio de Juiz de Fora espera crescimento de até 30% nas vendas durante a Rainbow Fest

    Victor Machado**
    *Colaboração
    Bandeira

    A chegada da Rainbow Fest e do Miss Brasil Gay aumenta as vendas no comércio de Juiz de Fora em até 30%. Essa é a expectativa de alguns lojistas da cidade, que apostam em diferentes ações para atrair o público da cidade e também os turistas que vêm prestigiar os eventos. 

    A Rainbow Fest teve início nesta segunda-feira, 15 de agosto, prosseguindo até o próximo sábado, 20, quando serão realizados a 9ª Parada do Orgulho e da Cidadania Gay e o Miss Brasil Gay2 2011.

    De acordo com a gerente de uma loja de bijuterias, Sula Cristina Alves, as vendas de acessórios devem aumentar 30%. "A procura maior é brincos e pulseiras. O movimento aumenta bastante durante este período e é uma aposta da loja para alavancar as vendas." Para atrair os consumidores, a gerente afirma que a loja aposta nas promoções. "Já estamos preparando as ações de promoção. Vamos aumentar a variedade de produtos e dar desconto de 20% a 30%."

    No setor de roupas, a vendedora Jéssica Gama Barbosa comenta que o crescimento nas vendas supera os 20%. "Sempre há um aumento no movimento e nas vendas durante este período." A estratégia da loja para atrair os clientes é enfeitar a vitrine com as cores GLBT. "Todo ano enfeitamos com bandeiras e deixamos a vitrine nas cores do arco-íris. Não fazemos promoções específicas para a Rainbow Fest, mas enfeitar a loja já atrai bastante público." Segundo ela, os principais produtos procurados são camisas com gola "V", blusa de malha e bermuda. 

    Segundo o presidente do Sindicato do Comércio (Sindicomércio) de Juiz de Fora, Emerson Beloti, no comércio varejista, o setor que costuma registrar maior alta às vésperas da Rainbow Fest e do Miss Brasil Gay é o vestuário. "Em comparação com semanas normais, a alta chega a 20% na procura." Beloti lembra, ainda, que os lucros maiores ocorrem nos setores gastronômicos e hoteleiro.

    Dia dos Pais

    Seguindo a tendência de anos anteriores, grande parte dos consumidores deixou para efetuar as compras para o Dia dos Pais, comemorado no último domingo, 14 de agosto, na última hora. "No sábado, dia 13, verificamos um movimento intenso no centro comercial da cidade. Isto teve o lado positivo de contribuir para que os empresários atingissem as expectativas de crescimento, que estavam entre 10% e 13% em relação ao ano passado, mas com certeza interfere no atendimento que o consumidor recebe", afirma Beloti.

    De acordo com informações da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Juiz de Fora, embora a movimentação em função do Dia dos Pais tenha ficado abaixo do esperado dias antes da data, na sexta, dia 12, e no sábado, dia 13, a expectativa dos comerciantes foi alcançada. "Entre os fatores que contribuem para alavancar as vendas estão as promoções e a facilidade de pagamento, principalmente às vésperas de datas comemorativas", aponta o presidente da CDL, Vandir Domingos.

    *Victor Machado é estudante do 8º período de Comunicação Social da Faculdade Estácio de Sá

    ** Colaborou: Aline Furtado

    Os textos são revisados por Thaísa Hosken

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.