• Assinantes
  • Autenticação
  • Negócios

    Pism pode incrementar economia em até 40% em diversos setoresTáxis e restaurantes esperam aumento signficativo na procura. Hoteis já estão com lotação esgotada. Comércio será beneficiado após o resultado

    Jorge Júnior
    Repórter
    6/12/2011
    hotel

    Com a realização do Programa de Ingresso Seletivo Misto (Pism) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), que começa neste domingo, dia 11 de dezembro e termina no dia 13, e do Vestibular da UFJF, que ocorre entre os dias 18 e 20, diversos setores econômicos das cidades apostam em crescimento na demanda.

    Para o presidente do Sindicato dos Taxistas da cidade, Aparecido Fagundes Gomes, a expectativa é de que a procura aumente cerca de 40%. "Neste período de fim de ano já temos uma procura grande no serviço de táxis, agora, com a realização das provas, o setor fica ainda mais aquecido", diz.

    Segundo Gomes, a alavancada é representativa para a classe, uma vez que aumenta o ganho dos profissionais. Como a procura é maior, o taxista orienta os usuários que solicitem o serviço com duas horas de antecedência para que não haja atraso no trajeto ou até mesmo falta de carro. "Às vezes, o aluno perde uma prova, porque deixou para pegar o táxi na última hora."

    Para a área gastronômica não é diferente. O gerente de um restaurante self service no Centro da cidade, Marcelo Menezes, conta que nesta época o atendimento dobra. "É uma demanda muito maior do que estamos acostumados. A nossa média de pratos é de 500 por dia, com a realização das provas dobramos o volume e ainda assim não conseguimos atender a todos os clientes." O estabelecimento que a noite funciona uma pizzaria, segundo o proprietário, também tem a procura aumentada em relação aos dias normais. "A demanda maior concentra-se nos dias em que os testes são feitos. Mas, um dia antes da realização das provas e um dia depois, o movimento também é significativo."

    A expectativa do gerente de um outro restaurante, Douglas Gomes, aposta é de crescimento de até 15%. "É uma procurar muita grande nessa época. O restaurante costuma ficar lotado nos dias das provas e também depois."

    Hotéis já estão reservados

    De acordo com o gerente administrativo de um hotel localizado na avenida Rio Branco, Vinícius Coelho, a procura pelas reservas começou em maio deste ano, mas a aceleração da demanda aconteceu nos últimos três meses. "Estamos com os 194 apartamentos esgotados. As reservas foram feitas para todos os dias de provas e não temos mais vagas", diz. Segundo Coelho, os visitantes alugam os quartos para um dia antes dos testes e vão embora da cidade no mesmo dia.

    O gerente comercial e de marketing de um outro hotel da cidade, Gio Ahmad, também afirma que o setor está aquecido por causa dos exames seletivos. Desde o início do mês de novembro, o hotel já está com as 156 suítes fechadas. "Temos uma lista de espera que passa de 40 pessoas. O setor hoteleiro da cidade é sempre muito procurado nesta época do ano." Ahmad conta que a procura começou no meio de setembro. "O fim de ano figura entre uma das cinco melhores datas para o ramo de hotelaria." O gerente também orienta que as pessoas façam as reservas o quanto antes. "O ideal é que os turistas procurem com três meses de antecedência."

    Comércio

    No entanto, mesmo com essas expectativas de crescimento, o presidente do Sindicato do Comércio de Juiz de Fora (Sindicomércio-JF), Emerson Beloti, acredita que o setor não será movimentado por causa dos estudantes. "Aqueles que vêm fazer a prova neste primeiro momento não procuram tanto o comércio. Porém, os que passarem nas provas vão procurar as lojas para montarem suas casas", aposta.

    Os textos são revisados por Thaísa Hosken

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.