Terça-feira, 22 de janeiro de 2013, atualizada às 18h55

Com o fim das férias, venda de uniformes escolares deve crescer na próxima semana

Andréa Moreira
Repórter
Venda de uniformes escolares

Início de ano, para muitas famílias, é sinônimo de despesas escolares, incluindo os uniformes. Em Juiz de Fora, com o início do ano letivo, marcado para o dia 4 de fevereiro em grande parte das escolas, as lojas especializadas já começaram a registrar aumento nas vendas.

É o caso da Charme Colegial, que atende a mais de 60 escolas do município. “Em comparação com o mesmo período de 2012, tivemos um aumento de 10%. Entretanto, acredito que com esse número ainda será superior, pois muitas pessoas ainda estão viajando de férias. Na última semana de janeiro as vendas devem disparar”, acredita o gerente do estabelecimento, Ary Vamberto.

A expectativa de aumento das vendas na loja Agito Final, que atende basicamente as escolas do bairro São Mateus, também é aguardada para a última semana, que antecede a volta às aulas, como avalia o gerente Bruno Brito. “Mesmo a procura por uniformes tendo se iniciado mais cedo este ano, ainda não dá para ter  uma comparação com 2012, pois as vendas ainda estão tímidas. Mas acredito que iremos superar as vendas na próxima semana.”

Já na loja Confecções D'Alaíde, que também fornece uniformes para as escolas de todas as redes do município, a proprietária Alaíde dos Santos Araújo destaca que o movimento está praticamente igual ao de 2012. “Já sentimos que as vendas estão crescendo, mas igual ao ano passado.”

Preços

Na maioria dos estabelecimentos visitados, os preços permaneceram inalterados. "Realizamos um aumento no mês de agosto de 2012. Por isso, conseguimos manter", explica Vamberto. A proprietária da Confecções D'alaíde também afirma que realizou um pequeno reajuste em comparação com 2012. "Consegui comprar a matéria-prima a um preço razoável. E, como não visamos um lucro exorbitante, deu para manter os mesmos valores."

Como não realizou nenhum aumento recente, o gerente da Agito Final revela que as mercadorias sofreram um reajuste de 8,5%. "A matéria-prima teve um aumento superior ao que lançamos em nossa mercadoria. Mas, como não era nossa intenção repassar todo o aumento aos nossos clientes, estipulamos esse patamar."

Condições de pagamento

Os estabelecimentos de Juiz de Fora oferecem diversas formas de pagamento, como cheque, cartão ou dinheiro. Entretanto, os clientes que optarem pelo pagamento à vista podem conseguir descontos que variam de 4% a 6%. "Alguns pais preferem pagar à vista para receberem o desconto. Mas não é a maioria, afinal janeiro é um mês com muitas despesas, como IPVA e IPTU, o que faz com que as pessoas optem por dividir," avalia o gerente da Charme Colegial.

E a opção de parcelamento foi a escolhida pela advogada Luciana Alexandre Marques. "Resolvi dividir minhas compras em três vezes, pois deixa o orçamento menos pesado." Mesmo não aproveitando o desconto oferecido pelo estabelecimento, Luciana usa um método que ajuda a economizar. "Comprei não só o uniforme de verão, mas também os agasalhos. Pois se deixar para comprar próximo ao inverno, com certeza, os preços estarão maiores. Ano passado resolvi fazer as compras separadamente e paguei mais caro."

Os textos são revisados por Juliana França

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.