• Assinantes
  • Autenticação
  • Negócios
    Sexta-feira, 18 de julho de 2014, atualizada às 16h05

    Fiemg entrega projeto de desenvolvimento regional a Fernando Pimentel

    Eduardo Maia
    Repórter
    Terminal aeroportuário

    O presidente da Fiemg Zona da Mata, Francisco Campolina, entregou ao candidato ao governo de Minas, Fernando Pimentel (PT), um estudo com propostas de desenvolvimento econômico para a região da Zona da Mata. O documento foi repassado em um almoço realizado na tarde desta sexta-feira, 18 de julho, na sede da Federação, no Bairro Industrial.

    Segundo Campolina, o programa não contempla uma reivindicação específica, mas vários eixos que representam o apelo dos sindicatos patronais das 142 cidades da Zona da Mata. "Estamos propondo um programa de governo para a Zona da Mata, um estudo pronto, diagnóstico de mais de 500 folhas, feito a partir de entrevistas com várias pessoas. Já propusemos uma solução que engloba investimentos em diversas áreas", explica.

    Campolina afirma que um dos pontos principais é o da formação profissional, que deve envolver não somente o governo estadual, mas as universidades federais da região. "Nós vetorizamos a Zona da Mata, criamos modelos diferentes daquele de gestão que nós temos atualmente. Temos em Juiz de Fora 31 mil funcionários do setor industrial, queremos 60 mil. Muitos alunos se formando nas universidades federais e é essa mão de obra que queremos. Não queremos que eles vão para São Paulo."

    O presidente da entidade ainda fez críticas ao atual modelo de distribuição econômico do Governo de Minas, centralizando recursos na Região Metropolitana de Belo Horizonte. "O modelo do estado não serve para nós. O governador tem que regionalizar, é importante que deixe de colocar os 80% dos recursos para o na região metropolitana de Belo Horizonte. Do interior de Minas, só o Norte de Minas e o Jequitinhonha, que têm uma secretaria específica, cresceram de 1 ou 2%. O resto ficou abaixo desse percentual", contestou.

    A pasta específica à qual Campolina se refere é a Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Integração do Norte e Nordeste de Minas Gerais. Dentro da proposta que também será entregue aos demais candidatos ao governo estadual, estão inclusas a criação da Secretaria de Desenvolvimento e Integração da Zona da Mata, diretrizes para a criação de novas políticas tributaria e fiscal; econômica e de infraestrutura. Além disso, há também a criação do anel rodoviário sul e a criação da Região Metropolitana da Zona da Mata, envolvendo Juiz de Fora e outros 19 municípios. Confira uma apresentação sobre o estudo.

    Fernando PimentelO candidato Fernando Pimentel afirmou que Juiz de Fora serve como "âncora de um salto para o futuro" e criticou a falta de investimentos nos setores da economia local. "Precisamos aproveitar a localização geográfica, que é importantíssima. Estamos numa confluência de rotas de transporte terrestre, temos um polo logístico forte e um aeroporto regional subaproveitado. Ter essa iniciativa proativa para barrar o declínio da economia é o mínimo que se espera do governo estadual", enfatizou.

    Pimentel destacou a capacidade que a Universidade Federal de Juiz de Fora possui para criar um novo modelo econômico. "A caminhada para a economia do conhecimento é a fronteira do século XXI.Temos aqui a UFJF e não usar esse ativo através da ciência para alavancar o crescimento econômico é um erro. E este erro está sendo cometido há 12 anos. O governo do Estado não faz essa interlocução."

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.