• Assinantes
  • Autenticação
  • Negócios

    Comerciantes esperam valorização de imóveis próximos ao Jardim Norte

    Com previsão de inauguração para o segundo semestre de 2015, shopping vai revitalizar região, segundo especialista

    Lucas Soares
    Repórter
    6/09/2014

    Com a previsão de inauguração do Jardim Norte para o segundo semestre de 2015, em Juiz de Fora, um dos maiores shoppings de Minas Gerais, os comerciantes da região próxima ao empreendimento, que fica na avenida Brasil, no começo da Zona Norte, já têm planos do que fazer durante os próximos meses.

    A opinião dos comerciantes é de que vai haver uma valorização da área. De acordo com Júlio César Ribeiro Pereira, proprietário de uma concessionária na região e do terreno do imóvel, o shopping vai trazer um novo público para o local. "Eu acho que vai melhorar bastante porque a Zona Norte é uma área meia esquecida na cidade. O fluxo que vem do Rio de Janeiro, por exemplo, não vem aqui embaixo. Com o shopping ficando pronto, as pessoas vão vir mais para cá. A valorização vai ajudar. Nós vamos fazer uma reforma na fachada da loja para ficar mais bonita também", comenta o empresário.

    Já para o proprietário de uma loja de materiais de construção na avenida Brasil, Isac Scoralick de Matos, a tendência é que, quem paga aluguel na região, tenha gastos maiores. "Acho que o aluguel não vai aumentar muito, porque já pagamos caro. Mas a tendência é que muitos imóveis da região tenham um acréscimo no aluguel. Quando o Jardim Norte inaugurar, pretendemos começar a trabalhar com um horário diferenciado, aproveitando o horário de funcionamento do shopping. A gente acha que vai existir uma movimentação maior de pessoas, uma valorização comercial do ponto", afirma.

    Esta valorização, segundo a professora do curso de Transações Imobiliárias do Instituto Federal Sudeste de Minas Gerais (IF Sudeste MG), Sílvia Augusta do Nascimento, acontece de forma natural. "A construção do shopping é o que chamamos de intervenção de mercado. Ela influencia diretamente no desenvolvimento da área. A valorização ocorre, o valor da terra vai aumentar. O shopping vai mudar a concepção das pessoas da Zona Norte, eles vão ter tudo mais perto. Portanto, não é só a região mais próxima ao Jardim Norte que será afetada, principalmente porque não é uma área residencial, é mais comercial. A valorização se expande num raio maior, a tendência é valorizar os imóveis até o Santa Terezinha e toda a Zona Norte, exceto os bairros que ficam do outro lado da linha do trem, já que temos uma barreira física que pode impedir", explica.

    O shopping

    O Jardim Norte está situado em um terreno de 80m² e terá três andares, comportando sete lojas âncoras, oito megalojas e 160 lojas satélites, além de outros 20 estabelecimentos voltados para alimentação, sendo quatro restaurantes. Entre as marcas já confirmadas estão C&A, Riachuelo, Renner, Lojas Americanas, Havan, Magic Games, Lojas Avenida e Ri Happy, além do hipermercado Prezunic e da rede de cinemas Cinemais, com 6 salas. A expectativa é de geração de 1,5 mil empregos diretos

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.