• Assinantes
  • Autenticação
  • Negócios

    Comerciantes esperam que Natal "salve" as vendas do ano

    Após ano considerado fraco, lojistas se planejam para vender mais em dezembro

    Lucas Soares
    Repórter
    21/10/2014

    Ainda faltam pouco mais de dois meses para o Natal, data que mais movimenta o comércio anualmente, mas os lojistas de Juiz de Fora já estão se planejando para vender mais e "salvar" um ano considerado ruim para o setor.

    De acordo com a gerente de uma loja de artigos domésticos na rua Halfeld, Rosimere Gonçalves, a expectativa é de vender 50% a mais do que o regular. "No período antes do Natal as vendas caíram bastante, em relação ao ano passado. Estamos assustados. Eu acredito que o Natal pode salvar o ano, principalmente para a gente que vende vários tipos de produtos. Mas, até o momento, estamos preocupados", explica.

    Já em uma loja de artigos infantis, a vendedora Flávia Nascimento aponta que a expectativa é alta para o Natal. "O Dia das Crianças não foi tão bom quanto o esperado por nós, talvez pelo foco das pessoas estar nas eleições. O Natal é o que pode salvar o ano, que não foi bom", comenta. Já em um estabelecimento de artigos esportivos, a expectativa também é alta. "Nós conseguimos vender bem em função da Copa do Mundo, por isso acredito que o Natal também deve ter uma representatividade alta", afirma o gerente de vendas Pablo Reis.

    Contratação temporária

    O período de vendas do Natal também é marcado por contratos temporários de trabalho no comércio local. Na loja de Rosimere, por exemplo, a prática será adotada, mas em menor escala. "Vamos fazer contratação temporária, mas em menor número do que no ano passado", diz.

    Segundo Reis, como a loja não tem muito espaço físico, apenas uma pessoa será contratada. "É uma prática que temos há alguns anos, pois não adianta encher a loja de funcionários se não temos muito espaço para atendê-los", relata. 

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.