Quinta-feira, 28 de janeiro de 2016, atualizada às 15h54

Pesquisa de preço dos materiais escolares em Juiz de Fora é divulgada

lapis

Com a aproximação do período letivo nas escolas da cidade, a Agência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon/JF), da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), realizou mais uma pesquisa de preços de materiais escolares (veja). O Procon visitou seis papelarias da cidade. Outros estabelecimentos não quiseram repassar os valores solicitados.

A maior variação ficou por conta da caneta hidrográfica regular de 12 cores, da Faber Castell. O preço mais elevado da caneta foi de R$ 32,90 e o mais baixo R$ 11. Se analisados os dois valores, nota-se uma diferença de quase três vezes entre um e outro. No item lápis de cor, o ecolápis aquarelável de 12 cores, da Faber Castell, destacou-se com uma grande diferença de preço, com o maior, R$ 22,50, e o menor, R$ 12,80. Ainda na pesquisa, dois cadernos da Foroni (Animal Planet e Pucca), de capa dura e espiral, de 96 folhas, obtiveram uma diferença de preço de R$ 7,90, entre R$16,90 e R$9,00.

O Procon/JF aconselha que o pagamento do material escolar seja feito à vista, para proporcionar oportunidade de negociação. Se o consumidor optar pelo pagamento a prazo, a orientação é verificar os juros embutidos nas prestações.

Para acessar a pesquisa na íntegra, basta acessar o anexo. Caso o consumidor tenha alguma dúvida ou queira fazer uma reclamação sobre serviços ou produtos, basta procurar o Procon/JF, que fica na Avenida Itamar Franco, 992, no Centro. O funcionamento do órgão é de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas. O horário de atendimento ao público é das 8h30 às 17h30.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.