México abre consulado em Belo Horizonte para ampliar as relações comerciais com Minas

Governador participou da posse do cônsul honorário Felipe Mota

por Da Redação - 16/12/2021

As informações abaixo foram enviadas por Cristiano Machado / Imprensa MG
16/12/2021

O governador Romeu Zema participou, nesta quarta-feira (15/12), da solenidade de posse do cônsul honorário do México em Belo Horizonte, Felipe Mota. O país inaugurou o consulado em Belo Horizonte com o objetivo de ampliar as relações comerciais com Minas Gerais. A cerimônia aconteceu na Cidade Administrativa e contou com a presença do embaixador do México no Brasil, José Ignacio Piña Rojas.

O governador enfatizou a importância do relacionamento entre Minas Gerais e o México. “Temos feito um grande esforço para integrarmos Minas a outros países. Minas e México têm um grande potencial para ampliar a relação comercial”, afirmou.

Para Zema, a instalação do Consulado do México em Belo Horizonte trará reflexos positivos no futuro. “Minas e México têm muitas coisas em comum: patrimônios históricos, culinária e uma riqueza cultural muito grande. Tudo isso deve ser mostrado para ambos os lados”, disse.

Diplomacia

O cônsul Felipe Mota destacou a relevância das relações diplomáticas e comerciais para estreitar o vínculo entre os países. “As relações bilaterais entre as duas nações foram intensificadas no campo político, integração comercial, investimento e cooperação”, avaliou.

De acordo com Mota, para dar continuidade à benéfica relação entre os mercados já está em curso uma agenda de ações, como a promoção de encontros institucionais para debater diretrizes econômicas, além de iniciativas para potencializar as exportações e as importações.

Felipe Mota possui grande experiência no setor empresarial. Hoje, ele ocupa o cargo de diretor da Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH) e de coordenador da Frente Pró-Indústria, grupo apartidário que busca melhorias para o setor industrial de Minas.

Além disso, já atuou em funções na Junta Comercial de Minas Gerais (Jucemg), Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) e no Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

Balança       

O México foi o 14º maior comprador de Minas Gerais em 2020. As exportações foram de aproximadamente US$ 396 milhões, valor 1,1% menor que o de 2019. Já em 2021, as exportações mineiras destinadas para o México cresceram. Até novembro, foram exportados US$ 574 milhões, aumento de 71,3% em relação ao mesmo período de 2020.

Os produtos mais vendidos ao México são minério, ferro fundido e veículos automóveis e acessórios.


Registrou algum fato interessante, inusitado ou relevante para sua comunidade? Mande as informações, fotos ou documentos para o Whatsapp da Redação do Portal ACESSA.com.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.