A pluralidade da arte
Três artistas, uma só obra

Flávia Machado
01/11/01

Seis mãos numa mesma obra. Assim nasceu a assinatura Objet Plus, na qual se misturam os artistas plásticos André Lopes, Renato Abud e Edna Rezende. A idéia é desmitificar o conceito de arte e buscar novos caminhos para o que eles chamam de objetos de design. O jogo realmente funciona e a mistura de pensamentos, criatividades e diferenças que resultou no Ateliê Objet Plus vem de longa data.


Da amizade dos tempos de faculdade, quando ainda cursavam Artes Plásticas na Federal, surgiu a proposta de uma oficina coletiva, onde os três fazem e assinam a mesma obra. A originalidade da idéia transformou o conhecimento teórico adquirido, nas suas individualidades e experiências artísticas diferentes, em um sistema de produção de objetos de design e quadros, com funcionalidades também múltiplas.

O espaço é inovador e a produção dos objetos em si, mais ainda. Num galpão de uma antiga fábrica, eles pintam e criam, a diversas mãos e opiniões. Um começa e o outro, ou os outros, terminam. “Um quadro nunca sai do jeito que imaginamos inicialmente”, declara André. E eles se entendem bem assim. O resultado também agrada. E muito. Se não agradar, tem como mudar. Explicando melhor, os quadros e objetos são adaptáveis ao gosto do freguês, na medida do possível. “Se o interessado não gostou da cor de fundo do quadro e quer mudar, a gente faz um outro quadro, na medida em que achamos que pode e que vai dar certo.”


O jogo com a arte tem técnicas sofisticadas, como o uso de pó de mármore, de ouro e de materiais reciclados nas telas. A qualidade é uma constante, já que a proposta de uma marca - Objet Plus - traz padrões embutidos. O projeto tem pretensões maiores: o de ser uma referência não só em produção de quadros e objetos de arte, mas também de um compromisso social, com a realização de cursos e oficinas.



A arte e seus artistas

André Lopes, Renato Abud e Ena Rezende são formados em Artes Plásticas pela Universidade Federal de Juiz de Fora. André e Renato trabalham, desde 1990, com design gráfico e de objetos de decoração. Edna Rezende é professora de pintura e de Análise das Linguagens Contemporâneas do Departamento de Artes desde 1991. Paralelo à carreira artística, ela aprofundou-se nas pesquisas, especializando-se nas teorias da arte contemporânea. Ainda este ano, termina o doutorado pelas Universidad del Pais vasco, na Espanha, e Université de Bordeaux, na França.


O Ateliê surgiu em 1998 e funcionava num apartamento, onde a produção era feita. Atualmente, o Objet Plus funciona em um Galpão (R. Fonseca Hermes, galpão 57). Com a assinatura Objet Plus, os artistas já expuseram em mostras no Rio de Janeiro e Belo Horizonte, e sempre trabalham em conjunto com arquitetos e decoradores. O primeiro evento que participaram foi o Casa Show, realizado em Juiz de Fora. Recentemente, seus objetos e quadros estavam expostos na Mostra Jade de Decoração.


Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.