• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura

    Natálio Luz Aos 76 anos, ator e artista plástico tem vida profissional ativa. O segredo da longevidade ele conta: ter prazer no que se faz

    Daniele Gruppi
    Repórter
    19/03/2008

    O imigrante italiano, Natálio Luz, veio para o Brasil aos três anos de idade, com a mãe e uma irmã. A família resolveu se instalar no Rio de Janeiro, onde já moravam alguns parentes. Lá viveu a infância e a juventude. Também foi na cidade maravilhosa que começava a sua descoberta para a vocação das artes.

    "Estudava no Colégio José Álvaro, em Vila Isabel, e todo final de ano letivo eram promovidos eventos comemorativos. Havia teatros, sarais de poesia e shows musicais. Tinha uma professora de História da Arte que sempre me convidava para participar das festividades e foi ela quem me mostrou o que era tubo de tinta óleo", conta.

    Nessa época, Natálio já trabalhava como office boy de uma empresa de despacho, que ficava em frente à Rádio Mayrink Veiga. "Comecei a conhecer o centro da capital carioca todo. Fiquei encantado com Teatro e a Biblioteca Municipal e a Cinelândia. No Teatro Municipal existia um programa chamado Concertos para Juventude, que freqüentava sem ser da "claque" pessoas pagas para aplaudir o espetáculo) e foi onde fiz muitos contato", lembra.

    Entretanto, não foi a coincidência de trabalhar próximo à rádio e nem as idas ao Teatro que marcaram o seu ingresso para a TV, rádio e teatro. Foi a participação no concurso para novos atores, nos anos 50, em que concorreu com 300 candidatos e ganhou o primeiro lugar. "Fiz a imitação de Rodolfo Maia, grande ator de "As mãos de Eurídice", de Pedro Bloch".

    Foto de Natálio Luz
recordando o passado com o ator Valdir Alves A partir do concurso, começou a trabalhar como ator e rádio-ator, no elenco dos novos profissionais da Rádio Tupi e também atuou no teatro. Depois da temporada de quatro peças foi convidado para excursionar pelo norte do estado do Rio de Janeiro, Espírito Santo e Minas Gerais com um espetáculo, cujo grupo brigou e se desfez em Muriaé.

    Como a irmã morava em Juiz de Fora, veio para a cidade. "Estava desempregado, com vontade de largar o teatro de lado. Andando pela rua Braz Bernardino, vi um senhor vendendo uma tenda com quitandas, eu a comprei e voltei a trabalhar. Outra vez uma coincidência, a localização era em frente à Rádio Industrial. Os profissionais estavam lançando o rádio teatro e fui convidado para fazer um teste. Como já tinha experiência, consegui o papel principal".

    A carreira de Natálio se deslanchou, sendo marcada pelo sucesso. Chegou a dividir palco com grandes atores, como Fernanda Montenegro e Mário Costa (o Costinha) e a fazer cinema. Protagonizou três longa-metragens, sendo que em "Labirinto de Pedra" interpretou Pedro Nava, além de oito curtas. O vasto currículo ainda não parou de ser traçado, pois, aos 76 anos, continua atuando e escrevendo para peças teatrais. "Para estar ativo é só fazer com amor aquilo que dá prazer".

    Casado, pai de três filhos e avô de seis netos, o artista revela o seu verdadeiro nome: Natalia Chianello. "No teatro disseram que não ficaria bom este nome, porque, no Brasil, Natalia era considerado um nome feminino e Chianello poderia ser confundido com chinelo. Então, colocaram Natálio, no masculino, e Luz veio do político Carlos Luz, que assumiu a presidência do país na saída de Vargas por uns dias, e assim ficou: Natálio Luz".

    Pintura: um hobby
    Foto do auto-retrato de Natalio Luz Foto do auto-retrato de Natalio Luz Foto do auto-retrato de Natalio Luz

    A pintura na vida de Natálio sempre esteve presente, mas como um hobby. "Pinto desde a minha infância, foi a minha primeira manifestação na arte".

    Já realizou várias exposições, e a inspiração para as obras ele diz que vem do dia-a-dia "Considero-me um pintor realista, gosto de pintar aquilo que vejo", revela.

    A pintura mais recentemente é o seu auto-retrato (figura no centro). Olhando-se no espelho, pintou sua fisionomia através do reflexo de sua imagem.

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.