• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura
    Rama Ruana
    O reggae como instrumento de mudança

    Ludmila Gusman
    12/06/02

    Fazer da música um instrumento de transformação para a sociedade e expressar nas canções a consciência crítica. É esse o objetivo da banda de reggae Rama Ruana, formada exclusivamente por jovens juizforanos. O grupo eclético composto por estudantes de direito, economia, turismo, professor de capoeira e alunos do ensino médio tem um objetivo em comum: ir além da música. “Não queremos ser mais uma banda na cidade. Temos vários projetos de ação social e conscientização, através do nosso trabalho”, explica o baterista Marcelo Magaldi.

    A família Rama Ruana, como eles mesmo definem, é formada ainda por Evandro Cruz (flauta/vocal), Bruno Sasha (teclado), Ricardo Noronha (baixo), Rafael Ribeiro (vocal), Rodrigo Nesta (percussão) e Bruno Robocop (guittarra). Além de participações em casas noturnas, a banda é recordista em público no Projeto Nossa Música, já fez shows ao lado de Zé Ramalho e foi uma das 12 bandas escolhidas para se apresentar no Festival Universitário de Músicas Inéditas (FUMI). Aliado a esses trabalhos, eles possuem também mais de 50 músicas compostas. Duas delas - Tudo Vai Mudar e Contraste - já estão gravadas e prontas para compor o primeiro CD, que ainda não está produzido por falta de patrocínio. A maioria das canções são criações de Marcelo e Rafael, os primeiros a compor o grupo. O interesse pelas influências de Pink Floid, Bob Marley, The Doors começou ainda no Colégio. “Sempre gostamos muito de reggae, vimos nesse estilo de música uma mensagem positiva que se encaixa com o que queremos passar em nossas canções", diz Marcelo.

    Influências
    Embora o estilo reggae seja considerado a base do grupo, as influências dos participantes conferem uma característica peculiar à banda, que mistura do rock, MPB, de Jethro-Tull, Peter Tosh, Twinkle Brother’s e Jacob Miller. Tudo isso acompanhado de instrumentos como flauta, teclado, bateria, baixo, guitarra e percussão que dão um toque especial às músicas. “Isso cria um estilo diferente. Por mais que o reggae seja nosso incentivo, ainda nos definimos como uma banda com características próprias", afirma o baterista.

    Imagens e Sons
    A iniciativa de despertar o senso crítico nas pessoas através das canções levou os integrantes a idealizarem projetos mais ousados, como por exemplo, a elaboração de um filme que traduzisse as composições. “Nossas músicas também pedem imagens e a idéia do filme é uma saída para tentarmos alcançar nosso objetivo”, diz Evandro. Projetos junto às escolas públicas e particulares da cidade também estão incluídos. “Queremos no nosso show provocar outras manifestações culturais diferentes. Não só o som, nossa vontade é atingir também outros veículos de comunicação e levar nossa mensagem a todos, inclusive às crianças", diz o flautista.

    De onde vem o nome da banda?
    O nome parece estranho, mas a combinação das palavras foi perfeita. O baterista, Marcelo Magaldi, conta que a idéia de batizar o grupo de RAMA surgiu com as iniciais dos primeiros integrantes do grupo: RAfael e MArcelo. Já RUANA uma homenagem a um cahorro que era o fiel escudeiro nos ensaios da banda na garagem. "Só mais tarde a gente percebeu que RAMA, lido de traz para frente significa amar e, em latim, quer dizer "raiz", que traduz também uma de nossas bandeiras que é a valorização das raízes de nosso povo", diz. Outra descoberta com relação ao nome foi a expressão ANAURAMAR (Rama Ruana de trás pra frente) que sugere uma palavra indígena. "Nossa logomarca são dois "R" um de frente para o outro, que forma a imagem de um índio. Nós costumamos dizer que criamos o nome e depois buscamos o significado", comentou Marcelo.

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.