Rota Sul
Pop-rock com destino certo

Colaboração:
Renata Silva
estudante do 5º período
da Faculdade de Comunicação
Social da UFJF

07/11/03

O destino deles já está traçado: Rota Sul. O nome da banda já faz pensar em determinação, coragem, caminho certo para um ponto em comum: a música. O grupo já foi um quinteto, mas perdeu seu tecladista e hoje conta com Cláudio Castro (vocal), Rodrigo Vilhena (bateria), Filipi Werneck (guitarra) e Dálcio (baixo).

Os primeiros ensaios aconteceram com os amigos Cláudio e Rodrigo, há um ano e meio, e desde então, eles não quiseram parar de tocar. Reuniram com os outros músicos e fizeram suas primeiras apresentações no Festival de Bandas do Pró-música e no Festival de Bandas Novas.

CD gravado
Na bagagem, muito pop-rock que, segundo o vocalista Cláudio Castro, "começou mais pop", com "Cidade Negra" e "Biquini Cavadão" e acabou ficando mais rock'n roll. Mas nem só de interpretações vivem essa galera. Eles têm também duas composições próprias: "Vou voar com você" e "A porta" (clique no nome para ouvir).

O baixista Dálcio afirma que "o ponto-chave da banda está na diferença de idade dos integrantes. Isto nos propicia uma troca de repertórios e experiências". Ele é "o mais vivido do grupo" e garante que essa distância de gerações é muito positiva.

No início de 2003, o Rota Sul gravou seu primeiro disco e já começou com um CD Ao Vivo. É isso mesmo! Os meninos aproveitaram um show no Centro Cultural Bernardo Mascarenhas para registrar seus arranjos, acordes e toda a animação da galera.

A Rota dos meninos
Atualmente, eles estão "ensaiando muito e preparando um novo repertório para 2004", diz Cláudio. Até o final do ano, os meninos ainda não vão se apresentar para afinar os instrumentos e dar maior originalidade ao grupo. "Nosso objetivo é criar um estilo único", afirma Dálcio. A partir de janeiro, eles garantem que não querem perder nenhum show e agitar a cidade com muito pop-rock.


Trecho da música "A porta"
Entenda o que eu quero lhe dizer/ Eu não posso perder você/ O mundo é tão diferente/ Só nós dois somos iguais/ Eu entendo a sua mente/ Você sente minha falta/ Se eu digo que não te espero/ Você diz que não tem volta/ Mas quando a saudade bate forte/ Você volta para os meus braços/ e nem olha pra porta (Clique aqui para ouvir)

Quer saber mais sobre o Rota Sul? Escreva pra eles: dalcio@acessa.com

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.