• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura
    E-mailoco.som
    O trocadilho que deu certo na música


    Ouça duas músicas da banda: "Esqueça", autoria de Renato Reys, e "Last Nite"

    Ouça! Ouça!

    Elaine Fantini
    13/03/04

    Como diz o ditado: "de médico e louco, todo mundo tem um pouco". Essa verdade não poderia se encaixar melhor para banda. O vocalista é estudante de medicina, e loucos, bom, como o próprio fundador da banda diz: "eu acho que todo mundo aqui é meio louco". Estamos falando do E-mailoco.som, uma banda que esbanja talento e simpatia.

    A idéia de montar o grupo apareceu entre 1999 e 2000. André Valente, fundador e guitarrista, conta que eles queriam fazer um som de qualidade, com arranjos diferentes. A caminhada foi árdua: 1, 2, 3 tentativas...até chegar na formação atual, com Peagá (vocal e percussão), André Valente (guitarra e back vocal), Gabriel "Zubass" (baixo) e Renato Reys (bateria).

    O nome da banda é o mesmo desde a primeira formação do grupo. "Na época, a gente fez uma reunião maluca e decidiu fazer um trocadilho com é meio louco e essa coisa de internet, e-mail. Aí saiu E-mailoco.som", conta André.

    Trabalho Duro
    Os rapazes do E-mailoco.som trabalham com seriedade em composições próprias para um dia atingirem a popularidade e respeito de bandas como Charlie Brown Jr. e Skank. Atualmente, estão produzindo um CD demo com 7 faixas. E já começam a sentir as dificuldades do caminho. "A gente está com um trabalho legal, mas nós precisamos de uma pessoa séria para fazer os contatos", fala André. "Só falta um agente capacitado", desabafa Renato.

    Jornada dupla, tripla...

    Peagá Zubass André Renato

    Quem pensa que vida de músico é fácil está enganado. Ainda mais em início de carreira. André é advogado e tem que dividir o tempo entre ensaios com a banda, o escritório e as audiências. E claro, não podemos esquecer da namorada. Peagá cursa o 6º período de medicina, trabalha com body arte e ainda dá aulas de percussão. Zu e Renato são os que se dedicam mais à música. Mas, nem por isso a vida é folgada. Renato é casado há sete anos e tem dois filhos. Para ele a rotina é normal, "não tenho problemas em conciliar família e música. Acho tranqüilo".

    Fã Nº 1
    Os ensaios acontecem na casa do baterista e são acompanhados de perto por uma fã bem especial, Tânia Reys. Ela é esposa do Renato e acompanha o marido em todas as apresentações. "Eu gosto dos ensaios aqui em casa. E as crianças também adoram. À noite, a música embala o sono deles", diz a esposa orgulhosa.


    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.