• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura

    Autumn Flowers Banda finaliza primeiro álbum com composições próprias


    Rita Couto
    Colaboração
    26/07/2005
    Com influências de música erudita e de bandas tradicionais de heavy metal, a Autumn Flowers surgiu em 1998 e, desde então, faz sucesso entre o público metal de Juiz de Fora e região.

    Composta por Maurício Fernandes (guitarra), Leandro Trombini (voz e guitarra), Camilo Rangel (bateria), Henrique Goulart (baixo) e Diogo Dadalti (teclado e violino), a banda faz um som eclético, que, segundo Maurício, não pode ser definido.

    "Temos todos os tipos de influências. Desde música clássica, principalmente por causa do violino, até Black Sabbath, por exemplo. Gostamos de fazer um som variado dentro do heavy metal, especialmente doom metal", explica Fernandes.

    Composições
    No início, a Autumn Flowers fazia principalmente covers de grandes nomes do heavy, mas hoje se dedica, exclusivamente, às composições próprias. A maioria das letras são escritas por Henrique e a parte instrumental fica quase toda por conta de Leandro. As inspirações são variadas. "As nossas músicas falam sobre tudo. Sentimentos, fatos que acontecem com freqüência nas nossas vidas, tudo pode virar letra", conta Maurício (foto ao lado).

    As músicas são todas em inglês. Leandro diz que a banda já tentou escrever em português, mas "parece que não encaixa com o som, não tem a cara de metal".

    Festivais e gravações
    Participando da primeira edição do Festival de Bandas Novas, a banda foi uma das vencedoras e ganhou a gravação de uma demo com três faixas.

    "Fizemos cópias da demo, vendemos e distribuímos em rádios. Colocamos também as canções em um site de mp3 e o sucesso foi total", diz o guitarrista. "Ficamos por meses entre as duas primeiras músicas mais ouvidas na América Latina e fizemos shows no estado do Rio e na Zona da Mata, além de Juiz de Fora", lembra orgulhoso.

    Há dois anos a Autumn Flowers prepara um cd, cujo lançamento foi atrasado por um episódio que até parece cena de filme.

    "Já tínhamos gravado tudo, quando recebi um telefonema do responsável do estúdio. O computador tinha sido roubado, a atendente foi feita de refém, ele não tinha feito backup e então o nosso trabalho estava perdido. Isso aconteceu justamente no mês em que estávamos completando um ano de gravação", conta Fernandes.

    Assim, a banda teve que refazer todo o trabalho, o que permitiu que fosse aperfeiçoado.

    "Gravamos de novo, mais rápido e com algumas coisas melhores. O cd deve ser lançado até o fim do ano", finaliza.

    Por que Autumn Flowers?

    Antes de escolherem Autumn Flowers, a banda teve várias denominações, como Damasceno. A idéia do nome atual partiu da sugestão de um amigo.

    "Achamos um nome meio paradoxal, flores de outono. Mas, como soa legal, deixamos assim mesmo", revela Maurício.

    *Rita Couto é estudante do terceiro período de Comunicação Social da UFJF

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.