• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura

    Subversion Resgate aos bailes e uma mistura de Elvis Presley com
    Alceu Valença, Ray Conniff e Raul Seixas

    Fernando Rocha
    Repórter
    07/02/2006

    Patrick Moreira, 21, na guitarra e voz, Maurilo Júnior, 19, baterista, Anderson Lima, 24, o "Amil" no baixo e Adão Felipe, 21, na voz, formam a "Subversion". Banda que está na ativa, desde agosto de 2002, e que "bota sentimento nas músicas," afirma Patrick.

    Cantando em inglês, como suas influências "Alice in Chains", "Silverchair", "A perfect Circle" e "Tool", o guitarrista e vocalista do grupo afirma não ser somente isso a matéria-prima da música do Subversion, "tudo o que ouvimos influencia, mesmo que indiretamente, o som da banda", completa.

    Tendo como base as suas influências e ouvindo outras sonoridades, Patrick e Maurilo comentam não terem medo do pop. "Se nossas músicas vierem a soar pop, isso não nos incomoda. O pop não nos assusta", ressaltam. Entretanto, advertem: "não fazemos o esteriótipo do show bizz, o estrelismo não faz as nossas cabeças".

    Shows
    Se no início, os shows da banda eram dominados pelos covers, os quais "só servem para tapar buraco de banda que não tem repertório próprio," hoje nas apresentações "são as nossas músicas que predominam", diz o baterista Maurilo.

    Além do repertório, duas outras características são comentadas pelo baterista nas apresentações da banda. "Em nossos shows o pessoal não fica batendo a cabeça, e as meninas não ficam gritando os nossos nomes. O público fica mais parado ouvindo o nosso som", explica.

    "Falta lugar para a gente tocar, os instrumentos são caros, poucos festivais de bandas novas e a depedência dos organizadores dos eventos para a gente mostrar a nossa música", cita Patrick ao falar das principais dificuldades do Subversion.

    Ver a música
    Mas, apesar das dificuldades, tão comuns à uma banda em início de careira, eles não pensam em parar. E com duas músicas já gravadas, e mais dez compostas e ensaiadas a Subversion se prepara para gravar o primeiro cd, "que é mais uma dificuldade", de acordo com Maurilo. "A gravação é um processo caro e estamos juntando dinheiro para o nosso primeiro cd", comenta Patrick.

    Contudo, para Patrick, "ver a nossa música acontecendo é muito bom! Você ver e ouvir uma idéia que brotou de sua cabeça, se tornando música é gratificante", resume.

    Conheça os integrantes

    Anderson Lima

    Maurilo Júnior

    Patrick Moreira

    Adão Felipe

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.