RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Mais de 140 organizações da sociedade civil e pesquisadores se reuniram em um manifesto, que será lançado nesta quinta (22), data que marca o dia mundial sem carro, para pedir a criação do SUM (Sistema Único de Mobilidade).

A ideia é que o sistema integre as esferas federal, estadual e municipal, nos mesmos moldes do SUS (Sistema Único de Saúde) e do SUAS (Sistema Único de Assistência Social).

Entre as sugestões, o grupo aponta distribuição de recursos de forma integrada entre as três esferas de governo, controle público sobre dados de bilhetagem eletrônica e promoção de linhas de financiamento para implementar infraestruturas de transporte público.

Segundo a ONG de defesa do consumidor Idec, que é um dos signatários do manifesto, o grupo reuniu esforços de entidades como a Fenametro (Federação Nacional dos Metroferroviários), o Sindicato dos Metroviários de São Paulo e o ITDP (Instituto de Políticas de Transporte e Desenvolvimento).

A ideia, ainda de acordo com o Idec, é colocar o material no contexto do debate do projeto de lei 3278/2021, sobre o marco legal da Política Nacional de Mobilidade Urbana, que tramita no Senado.