SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um dos especialistas do PT na área de transporte urbano, o deputado federal eleito Jilmar Tatto (SP) diz que apoia a possibilidade de implementação da tarifa de ônibus zero na cidade de São Paulo.

Conforme revelou o Painel, o prefeito Ricardo Nunes (MDB) encomendou estudo para avaliar a viabilidade da proposta.

"Me coloco à disposição do prefeito para colaborar com esse projeto, inclusive com os estudos que fizemos durante a campanha de 2020, quando o passe livre fazia parte do meu programa de governo", diz Tatto, que disputou a prefeitura naquele ano.

Ex-secretário de Transportes em gestões petistas, ele foi um dos responsáveis pela implantação do Bilhete Único e dos corredores de ônibus na cidade. O passe livre, diz ele, é hoje uma tendência mundial.

Tatto, que também é secretário de Comunicações do partido, afirma que na sua opinião o PT deveria encampar essa ideia, independente de considerações políticas. "Tem gente que diz que será algo eleitoralmente forte, mas se ajuda a população não tem por que não defender. Falavam o mesmo do PT quando foi criado o Bolsa Família".

Membro do grupo de trabalho sobre Cidades na equipe de transição de Lula (PT), Tatto afirma que uma das discussões que pretende levantar é sobre a criação de um "SUS da mobilidade", com direitos dos passageiros e políticas para garantir o acesso universal ao transporte urbano.