Chocolates Artesanais Dicas e sugestões para a sua Páscoa ser especial



Repórter: Renata Cristina
Edição: Ludmila Gusman
Design: Laura Ferreira
Abril/2007

As inúmeras opções de chocolates na Páscoa nos fazem esquecer de trabalhos personalizados, criados com exclusividade para os familiares, amigos e amores. Em datas especiais, todos gostam de surpresas, sejam elaboradas por quem vai presentear ou por "artistas do chocolate". O importante é inovar, sem deixar de lado o gosto de cada um.

Os chineses, ucranianos e povos do mediterrâneo mantêm a tradição milenar de pintar cuidadosamente ovos de galinha, patos e outras aves, sempre retrando alguma característica relevante dos presenteados. Com os ovos cozidos, as famílias se reúnem para criar desenhos e formas que, mais tarde, vão enfeitar árvores em seus jardins.

Já em terras latinas, como no Brasil, os ovos artesanais seguiram a tradição francesa, de confeitar ovos de chocolate. Com o tempo, a industrialização desses quitutes tornou o processo menos criativo, sem a "cara" dos ovos da vovó.

Mesmo com a facilidade de encontrar o ovo de Páscoa prontinho, na prateleira do supermercado, há ainda quem mantenha a tradição de fazer chocolates caseiros. Todos criados com entusiasmo e, cada um, com seus detalhes, mimos e afetos.

Há 20 anos trabalhando com chocolates finos, Rose Tortoriello, é considerada a escultora dos chocolates em Juiz de Fora. Além de transformá-los em presentes delicados, a culinarista também inova nas formas, criando aviões, trens, casas, patos, galinhas, todos de chocolate.

Aos olhos de qualquer mortal, a delicadeza das peças parece isenta de qualquer dificuldade. No entanto, Rose confessa que são necessárias horas e horas de muita concentração. "Após muitos trabalhos, tenho dores no corpo, mas o prazer de ver aquela peça pronta é muito gratificante", considera.

A culinarista Haline Maia descobriu este talento há alguns anos, no momento em que optou por uma mudança profissional. "Era professora do ensino fundamental e sentia uma carência de mão-de-obra especializada no setor da alimentação. Resolvi investir e aprender técnicas para serem repassadas a outras pessoas", recorda.

O ofício de professora não mudou, mas a sala de aula transformou-se em uma cozinha. Atualmente, a culinarista dá cursos em diversas áreas e, na época da Páscoa, aproveita para soltar a imaginação com o chocolate. Assim como uma artista, Haline cria suas imagens, mistura tintas (chocolates coloridos) e usa até pincéis, para personalizar seus ovos.

O resultado é surpreendente. Pirulitos, bombons, trufas, coelhinhos... todos exclusivos. Para quem pretende entrar no ramo, a profissional dá alguns conselhos. "É importante focar na qualidade do chocolate, ter cuidados com a higiene e carinho ao fazer cada item", diz.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.