ACESSA.com - Carlos Viana (PL) dando entrevista para a imprensa

O senador e candidato ao Governo de Minas, Carlos Viana (PL), esteve em Juiz de Fora nesta terça-feira (20), em compromissos de campanha. O senador chegou à cidade durante a tarde onde esteve com representantes de 35 cidades. Por volta de 16h, o candidato esteve no Aeroporto Municipal Francisco Álvares de Assis (Serrinha), onde concedeu entrevista para a imprensa.

O candidato falou sobre seu plano de governo para a região da Zona da Mata e Campo das Vertentes. De acordo com ele, a região da Zona da Mata perdeu a competitividade com a guerra fiscal. “Agora que estamos com uma lei que limita o ICMS em todo o país, é a chance de desenvolvermos um novo projeto de desenvolvimento para a região. A Zona da Mata está num ponto estratégico muito competitivo entre o Rio de Janeiro e São Paulo. Então eu vejo uma grande possibilidade de nós trabalharmos aqui um projeto que atraia novos investimentos, que traga também uma grande fonte de gás natural. Isso vai ser possível do gás que colocamos no Brasil para tornar a energia elétrica mais barata e nós termos novos investimentos na região.”

Faltando menos de duas semanas para as eleições, o candidato falou sobre as últimas pesquisas eleitorais. Viana aparece em terceiro lugar, com 5% das intenções de voto, de acordo com a Pesquisa Folha/Globo/Datafolha divulgada no último dia 15 de setembro. Ainda de acordo com a Pesquisa, o Governador Romeu Zema (Novo) aparece em primeiro lugar, com 53%, seguido do candidato Alexandre Kalil (PSD), com 25%. Para o candidato, o voto dos eleitores ainda não está decidido. “Se eu fosse olhar os números de pesquisa, eu não seria senador. Houve uma reviravolta que eu acredito que seja possível. Eu tenho percebido que o voto não está decidido e as pessoas querem saber quem são os candidatos. Essa é uma das razões da minha vinda aqui. Essa reunião com representantes de 35 cidades onde estamos atuando para que, nesse momento, o eleitor tenha o nosso nome muito firme para a votação do dia 2 de outubro.

O Senador também falou sobre segurança pública do Estado. Para ele, a prevenção é um dos principais instrumentos contra a violência e o tráfico de drogas. “As leis são duras, já temos efetivamente a punição hoje consagrada. Mas eu gosto muito de trabalhar com prevenção. O Brasil precisa de cada jovem, homem e mulher na escola. Nascem menos brasileiros a cada ano e a população está envelhecendo. Não podemos abrir mão de ter todos os nossos jovens na escola e se for preciso, eu quero criar programas de renda e de incentivo para esses estudantes para que eles fiquem na sala de aula. Quanto mais tempo eles ficarem nas salas de aula, menos chances eles têm de se envolver com a criminalidade.

O candidato se posicionou sobre a questão armamentista no Brasil. Para ele, deve-se manter o rigor da leis no quesito de posse e porte de armas de fogo. “O meu posicionamento é de que a gente não mude a lei do porte, que a gente tenha o rigor que nós temos hoje no Brasil. Mas sobre a pessoa ter uma arma em casa, numa fazenda ou no campo, não vejo problema nenhum.”

Carlos Viana (PL) também falou sobre os seus projetos em relação à Polícia Militar de Minas Gerais e aos servidores públicos. Durante a reunião de hoje, representantes da segurança pública estiveram presentes durante a vinda do senador a Juiz de Fora. “Eu tenho um compromisso com o servidor público de Minas Gerais de oferecer a eles pelo menos o reajuste da inflação a cada ano. Isso é um direito do servidor e obrigação do Estado. O servidor não é culpado da desorganização financeira. Se nós dermos a inflação aos servidores, a gente já diminui a pressão sobre a questão da greve e por aí vai. No caso dos Policiais, há uma preocupação maior do que o aumento de salário, que é o Instituto de Previdência deles, que está numa situação de pré-falência. É o Instituto de Previdência que garante a pensão das viúvas, dos aposentados, das pessoas com deficiência, das pessoas que sofrem acidentes… Se este Instituto quebrar, vai ser um caos na segurança pública. O meu compromisso com eles é buscar uma solução para que o Instituto de Previdência volte a ter saúde financeira e eles tenham um futuro garantido na questão de aposentadoria.”

O candidato à vice governador do Estado de Minas Gerais, Coronel Wanderley (PL), também estará em Juiz de Fora nesta quarta-feira (21) em reunião na Igreja Batista Resplandecente da Manhã. O encontro está marcado para às 19h30.

Tags:
Carlos Viana | Eleições 2022 | Governo de Minas

COMENTÁRIOS: