SÃO PAULO, SP (UOL-FOLHAPRESS) - O presidente Lula (PT) publicou neste domingo (22) uma homenagem a Leonel Brizola, nascido há exatos 101 anos. Para Lula, o fundador do PDT foi um dos políticos mais brilhantes da história do país e "segue vivo no coração dos que acreditam em um mundo mais justo".

Brizola foi candidato a vice-presidente de Lula em 1998. A chapa acabou derrotada pelo então presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), reeleito.

Brizola também foi derrotado em outras duas eleições, em 1989 e 1994, mas como candidato à Presidência -e adversário de Lula. Ele morreu em 2004, aos 82 anos, vítima de um infarto.

PROVOCAÇÃO A CIRO

Em setembro do ano passado, pouco antes do primeiro turno, Lula usou Brizola para cutucar Ciro Gomes (PDT), um de seus adversários na eleição. Segundo Lula, Brizola o apoiaria para tentar derrotar o hoje ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).

"Eu estou vendo aqui o neto do Brizola, o Leonel. Se o Brizola estivesse aqui, o Brizola estava junto conosco aqui pedindo 'fora, Bolsonaro'. Eu tenho certeza disso, eu tenho certeza absoluta que o Brizola estaria do nosso lado", disse Lula durante ato na quadra da Portela, no Rio de Janeiro.

À época, cresciam os ataques de Ciro a Lula, em meio a uma estratégia do PT de incentivar o chamado voto útil. Em debate ocorrido na véspera, o pedetista chegou a dizer que o adversário "produziu uma onda de propaganda: todo mundo que não é Lula, é fascista".