Juiz de Fora - MG

Sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013, atualizada às 17h27

Prazo para regularização da situação eleitoral começa na segunda

Cintia Charlene
*Colaboração
título

O Tribunal Eleitoral de Minas Gerais(TRE-MG) dá um alerta aos eleitores que não estão em dia com suas obrigações eleitorais. Aqueles que não votaram e nem justificaram suas ausências nos três últimos turnos eleitorais consecutivos correm o risco de ter seus títulos cassados em Minas Gerais.

O chefe de cartório eleitoral, Gilter André da Silva, explica o que os eleitores  precisam fazer para regularizar sua situação. ''O eleitor tem que ir ao cartório eleitoral, onde será verificado se seu nome está na lista. Após isso, será perguntado ao eleitor se ele tem uma justificativa sobre suas faltas, se não tiver, o juiz vai arbitrar uma multa de R$ 3,50 para cada turno em que esteve ausente. Após o pagamento, o eleitor terá seu título regularizado.'' Todos os cartórios eleitorais da cidade estã localizados na rua Osório de Almeida, 425, no Bairro Poço Rico.

O período para regularização começa em 25 de fevereiro, prosseguindo até 25 de abril. O eleitor precisa levar documento de identidade, comprovante de residência e, se tiver, o título eleitoral. Após o término do prazo, aqueles que não regularizarem terão o título automaticamente cancelado. Segundo dados divulgados pelo TRE-MG, existem, em Juiz de Fora, 4.508 eleitores faltosos.

Ainda de acordo com o chefe de cartório eleitoral, aqueles que não estão em dia com a Justiça Eleitoral ficam impedidos de participar de uma série de atividades. ''Sem a quitação do documento eleitoral, a pessoa fica impedida de participar de concursos públicos, ingressar em universidades públicas, bancos públicos, INSS e Receita Federal."

*Cintia Charlene é estudante do 7º período de Comunicação Social da UFJF

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.