Juiz de Fora - MG

Segunda-feira, 6 de outubro de 2014, atualizada às 10h48

Dilma e Aécio disputam segundo turno das eleições presidenciais

A atual presidente da república, Dilma Rousseff (PT), vai enfrentar o senador mineiro Aécio Neves (PSDB) no segundo turno das eleições presidenciais em 2014. Com 100% das urnas apuradas, a petista alcançou 41,59% da preferência do eleitorado, um total de 43.267.668 votos. Já o senador conseguiu 34.897.211 votos, um total de 33,55% da preferência.

Nas últimas pesquisas de intenção de voto, divulgadas pelo DataFolha e pelo Ibope no último sábado, 4 de outubro, apontavam que o senador e a atual presidente iriam se enfrentar no próximo dia 26, deixando para trás Marina Silva (PSB), que chegou a ficar na segunda colocação, segundo as pesquisas, durante boa parte da campanha, mas conseguiu apenas 21,32% da preferência do eleitor (22.176.619 de votos). Com o novo pleito, PT e PSDB vão se enfrentar na disputa presidencial pela quinta vez consecutiva no segundo turno.

Dilma Rousseff

Dilma Vana Rousseff foi a primeira mulher eleita Presidente da República do Brasil e agora tenta sua primeira reeleição. Foi ministra da Casa Civil do governo de Lula no período de 2005 a 2010. A atual presidente nasceu em Minas Gerais em 1947 e interessou-se por ideais socialistas na adolescência. No período do regime militar, que durou entre os anos de 1964 a 1985, atuou na luta armada em movimentos. Foi presa pela Operação Bandeirante (Oban) e pelo DOPS-Departamento de Ordem Política e Social. Em 1977 graduou-se em Economia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Dilma Rousseff entrou para a vida política no estado do Rio Grande do Sul atuando pelo PDT-Partido Trabalhista do Brasil. Entre 1985 e 1988, foi Secretária da Fazenda do Governo Municipal de Porto Alegre. No início dos anos 1990 atuou como presidente da Fundação de Economia e Estatística do Rio Grande do Sul. Em 1993 tornou-se secretária de Energia, Minas e Comunicações do Rio Grande do Sul, no governo de Alceu Colares. De 1999 a 2002, foi Secretária de Minas e Energia do governo daquele estado. Em 2001, filiou-se ao Partido dos Trabalhadores (PT), quando esse era presidido por Luís Inácio Lula da Silva.

Depois da vitória de Lula nas urnas, Dilma Rouselff era uma das mentoras do plano de governo do PT na presidência. Atuou como ministra de Minas e Energia até 2005, quando aconteceu o escândalo do mensalão, o que abalou o governo. O então ministro da casa civil, José Dirceu, envolvido no escândalo, teve que renunciar. Dilma Rousseff assumiu o cargo.

No período entre 2005 e 2010, Dilma Rouselff foi preparada por Lula para candidatar-se a sua sucessão, o que acabou ocorrendo em 2010, quando foi eleita.

Aécio Neves

Natural de Belo Horizonte, Aécio Neves da Cunha nasceu 1960 e pela primeira vez candidatou-se ao cargo de presidente da república. Formado em Economia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-Minas), começou sua carreira política como secretário pessoal do avô Tancredo Neves - presidente da República eleito em 1985 pelo Colégio Eleitoral, morto antes de tomar posse. Um ano depois da morte do avô, Aécio elegeu-se deputado federal constituinte.

Em 1990, já filiado ao PSDB, conquistou seu segundo mandato na Câmara. Dois anos depois, concorreu, sem sucesso, à eleição para a Prefeitura de Belo Horizonte. Em seu terceiro mandato como deputado federal, tornou-se líder da bancada do seu partido.

Em 2001, em uma articulação que contou com a ajuda do então ministro da saúde José Serra, apresentou-se como candidato à presidência da Câmara pelo atual DEM, principal aliado do governo Fernando Henrique Cardoso. Eleito, tomou medidas, como a criação do Conselho de Ética, que ajudaram a pavimentar seu nome para a disputa do governo de Minas Gerais.

Eleito duas vezes no primeiro turno e com a maior taxa de aprovação entre governadores em 2009, foi cotado para disputar a vice-presidência na chapa de Serra em 2010, mas recusou o convite. No mesmo ano, foi eleito senador.

Resultado das Eleições 2014 - 1ºTurno
Candidato Número de Votos Porcentagem
Dilma 43.267.668 41,59%
Aécio Neves 34.897.211 33,55%
Marina Silva 22.176.619 21,32%
Luciana Genro 1.612.186 1,55%
Pastor Everaldo 780.513 0,75%
Eduardo Jorge 630.099 0,61%
Levy Fidelix 446.878 0,43%
Zé Maria 91.209 0,09%
Eymael 61.250 0,06%
Mauro Iasi 47.845 0,05%
Rui Costa Pimenta 12.324 0,01%
Votos Brancos 4.420.489 3,84%
Votos Nulos 6.678.592 5,80%
Abstenções 27.698.475 19,39%
Comparecimento 115.122.883 80,61%

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.