Juiz de Fora - MG

Quinta-feira, 9 de junho de 2016, atualizada às 15h41

Manifestantes fazem mobilização Fora Temer nesta sexta

Da redação
foto

A mobilização nacional contra o governo do presidente interino Michel Temer (PMDB), que tomou posse há quase uma mês após afastamento de Dilma Rousseff, devido processo de impeachment contra seu governo que tramita no Senado, será nesta sexta-feira, 10 de junho. A concentração começa às 17h, na Praça da Estação, com trajeto de passeata a ser definido durante o manifesto. Com organização da Frente Brasil Popular Juiz de Fora e Zona da Mata e do Povo Sem Medo Minas Gerais, a ação coloca em discussão a suspensão de programas sociais, fim de políticas inclusivas e escândalos envolvendo Ministros e apoiadores do governo Temer.

Conforme a integrante da comissão de comunicação da Frente, Lena Moraes, o trajeto da passeata pode estender até a praça Jarbas de Lery ou retornar para o Parque Halfeld. “Será decidido na hora. A mobilização é nacional e tem ganhado cada vez mais adeptos contra o golpe jurídico, parlamentar e midiático. O que é claro para nós dos movimentos sociais, está ficando mais nítido para a população, diante dos escândalos envolvendo ministros recém-nomeados e do próprio Temer. As medidas extremas também têm ganhado grande repercussão, como o fim do Ministério da Cultura, que foi recriado logo depois por pressão popular”, destaca.

Os principais temas abordados pelas Frentes são as medidas do governo Temer de reforma da Previdência, Terceirização e Flexibilização dos Direitos Trabalhistas, cortes na educação e fim das políticas inclusivas - Prouni, Fies, Pronatec, cobrança no SUS, extinção do Farmácia Popular, do Mais Médicos, do Samu, incentivos aos planos de saúde, suspensão dos programas sociais (Minha Casa, Minha Vida e Bolsa Família) e criminalização dos movimentos sociais.

Lena completa que os movimentos estão empenhados em estimular as ocupações de espaços para maior mobilização do movimento e pelo retorno da presidente Dilma. Outra programação de luta tem sido organizada pelo Coletivo dos Artistas da Frente Brasil Popular de JF e Zona da Mata, formado, atualmente, por cerca de 100 artistas. “Estamos atuantes com manifestações artísticas culturais em diversos espaços. No último dia 4, estivemos em frente ao Cine-Theatro Central e nesta quinta vamos fazer intervenção no Centro de Convivência do ICH, da UFJF. Na semana passada, apresentamos o Poesia Contra o Golpe na Faculdade de Letras da Universidade."

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.