Juiz de Fora - MG

Terça-feira, 30 de janeiro de 2018, atualizada às 9h

Morre, aos 100 anos, Vera Faria, primeira vereadora de Juiz de Fora 

Da redação

Morreu no último sábado, 27 de janeiro, no Rio de Janeiro, Vera Faria, primeira mulher a ocupar uma cadeira na Câmara Municipal de Juiz de Fora.

Aos 100 anos, ele estava internada desde quarta-feira, 24, para tratar de uma pneumonia, mas sofreu uma parada cardiorrespiratória teve complicações como falência dos rins.

A artista plástica foi sepultada nessa segunda-feira, 29, no Cemitério Municipal e a missa de sétimo dia será na sexta-feira, 2 de fevereiro, na Catedral Metropolitana.

Vera também foi ex-Secretária de Governo e funcionária da Prefeitura por 37 anos. Ela ingressou na vida pública em 1939, convidada pelo então prefeito da cidade, Raphael Girigliano. Atuou como vereadora entre 1967 e 1971 – período no qual exerceu também o cargo de Secretária da Comissão Executiva do MDB.

Em 1973, foi convidada pelo então prefeito Itamar Franco a exercer o cargo de Secretária do Trabalho e Bem-Estar Social da Prefeitura, nele permanecendo até o final de 1976. Assim como ocorreu na Câmara, Vera foi a primeira mulher na cidade a participar do Governo Municipal, chefiando uma Secretaria do Executivo.

Entre seus feitos políticos, criou o Clube Educativo dos Engraxates Dom Bosco, onde manteve, por mais de cinco anos, a média de cem atendimentos por mês a menores de baixa renda. A entidade proporcionava às crianças e adolescentes condições de se obter trabalho, estudo, lazer e saúde.

Também ajudou o Rotary Clube de Juiz de Fora na criação e instalação da Guarda- Mirim, conseguindo junto ao Governo do Estado a doação de um terreno para a sede e, junto ao Município, a verba necessária para a construção da mesma – no local onde atualmente encontra-se o Palácio da Saúde.

Ao longo de sua trajetória, sempre encontrou tempo para frequentar eventos que dissessem respeito à pintura. Fez o Curso Superior de Pintura em Tecido e Couro, no Instituto Cultural Brasil Japão, no Rio de Janeiro, e o Curso de Pintura em Tecidos da Fundação Calouste Gulbenkian.

Com informações da UFJF

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.