• Assinantes
  • Autenticação
  • Saúde

    Alimentação saudável para prevenção de doenças A trofoterapia pretende equilibrar e harmonizar as funções do organismo de forma natural, através de uma dieta rica em nutrientes

    Marinella Souza
    *Colaboração
    11/09/2008

    Usar os alimentos como fonte de cura é a base da trofoterapia. Um tratamento que parte de uma reestruturação alimentar para combater diversas doenças, transmissíveis ou não. Segundo o terapeuta holístico Rubens de Napole, essa é a forma de tratamento mais eficaz e também a mais chata.

    "É chata porque tem regras, a pessoa tem, antes de mais nada, que se predispor a isso. E as pessoas hoje não têm regras nem horários para nada, acabam substituindo refeições pelo fast food e atrapalhando todo o tratamento. Se você quer chegar a um resultado é preciso parar para pensar e ter consciência do que está fazendo", explica.

    Napole garante que não existem quantidades específicas de alimentos para se consumir, o importante é ingeri-los. Existe, sim, um tipo de alimento mais indicado para cada doença: vitaminas do complexo B e magnésio para a depressão, soja para amenizar os efeitos da menopausa e por aí vai. É fundamental que a pessoa se predisponha a trocar a alimentação pesada que está acostumada, por uma mais frugal e saudável.

    "A eliminação das toxinas pode ser muito bem empregado com uma alimentação balanceada e combinada. Compreendendo as chamadas Leis Naturais da Alimentação, o ser humano pode descobrir um verdadeiro oásis medicinal. Alimentar-se é uma necessidade fisiológica de todo ser vivo; alimentar-se bem e com harmonia é, além de prazer, a chave para a cura de muitas doenças que afligem o ser humano da era moderna", orienta.

    Trofoterapia para emagrecer

    Você deve estar se perguntando: é possível emagrecer com a trofoterapia? Sim, é! Basta evitar frituras, doces e refrigerantes. Até aí, nenhuma novidade, todo mundo já sabia, mas como resistir a essas tentações no dia-a-dia?

    Napole ensina que existem salgadinhos naturais que substituem os industrializados e são muito saborosos. Refrigerantes podem ser trocados por sucos naturais que, convenhamos, é bem mais gostoso e mata a sede com muito mais eficiência. O amendoim, por exemplo, está liberado na hora que bate aquela fome que a gente não sabe muito bem do que é.

    Foto de Rubens Napole Agora a grande novidade que o terapeuta holístico apresenta está nos quesitos doces e chocolates. "Quando a pessoa tem muita necessidade de comer chocolate é porque está com deficiência de cromo no organismo. Se ela suprir essa carência, a necessidade some".

    Por isso, mulheres em período pré-menstrual e chocólatras de todas as espécies, podem abusar de frutos do mar, levedo, verduras verdes e cereais para acabar com essa obsessão pela guloseima. E se só de ouvir falar nesses alimentos você já está torcendo o nariz, vem a solução: lojas de produtos naturais vendem cromo em cápsulas.

    Napole acrescenta que não adianta você parar de comer tudo o que gosta de uma hora para outra porque "não se emagrece com restrição, se emagrece comendo porque o corpo é inteligente. Quando percebe que está faltando comida, estoca gordura embaixo da pele para liberá-la quando for necessário".

    Utilizando alimentos naturais, a trofoterapia permita que os órgãos, tecidos e músculos mantenham seu verdadeiro funcionamento. É um tratamento que não produz os efeitos colaterais causados por métodos terapêuticos tradicionais. "O tratamento químico muitas vezes se faz necessário, por falta, exatamente de uma alimentação balanceada, saudável e, principalmente, harmônica", diz.

    Segundo Napole, essa é uma dieta que pode ser feita sem orientação, desde que a pessoa se embase sobre o assunto. "É preciso, também, ao ingressarmos no mundo da trofoterapia, entendermos que os alimentos são cíclicos, ou seja, têm seus períodos de safra e que cada região tem sua especificidade alimentar", alerta.

    A origem da trofoterapia

    Napole explica de onde veio a trofoterapia ou alimentação inteligente. "No ano 460-377 a.C. na Grécia antiga, viveu Hipócrates, um célebre médico e filósofo, que recebeu o título honorífico de "pai da medicina". Numa de suas análises e reflexões a respeito do comportamento dos homens de sua época, que serve perfeitamente para os habitantes do planeta Terra da época atual, disse: 'Que o teu alimento seja o teu remédio, e o teu remédio seja o teu alimento'", explica.

    E continua. "Mais de 2.300 anos após morte de Hipócrates, a teoria continua a mesma, ou seja: a fundamentação didática da ciência terapêutica através da alimentação foi implementada em definitivo. A trofoterapia - que é a formação etimológica do prefixo grego trofo, que significa alimentação ou nutrição, seguida do sufixo latino terapia, que quer dizer tratamento - ganhava espaço sem precedente na história humana".

    *Marinella Souza é estudante de Comunicação Social na UFJF

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.