Juiz de Fora - MG

Thaís Coutinho Thaís Coutinho 17/9/2009

Peixes – A gordura do bem

peixesHá algum tempo, pessoas começaram a acreditar que a gordura era um “monstro” e que a dieta ideal deveria ser completamente isenta de qualquer tipo delas. Mas o que poucas pessoas sabem é que existem, sim, alguns tipos que realmente devemos evitar mais outros que podemos consumir, contribuindo sempre para uma alimentação saudável e o bem-estar.


  • Gordura Saturada: é encontrada principalmente nas carnes vermelhas, em laticínios integrais. Apresentam efeitos negativos à saúde, aumentando o risco de diabetes, doenças cardiovasculares e da artéria coronária, acidente cardiovascular cerebral, alguns cânceres e obesidade.

  • Gordura Trans: nos rótulos de alguns alimentos aparecem como “óleo vegetal parcialmente hidrogenado”, também é ruim, muitas vezes até piores que a gordura saturada. Esta foi criada por químicos que buscavam uma gordura que conservasse e aumentasse a vida útil dos alimentos.

  • Gordura Monoinsaturada: são encontrados no azeite de oliva e no óleo de canola. Esta gordura protege o sistema cardiovascular e reduz o risco de resistência a insulina entre outros.

  • Gordura Poliinsaturada: ômega 3 (são encontrados em peixes de água fria, frutos do mar e em óleo de canola). Ômega 6 (são encontrados em óleo de girassol, soja e em sementes oleaginosas). Esta gordura ajuda a aumentar as taxas de HDL “bom colesterol” e diminuir as taxas de LDL “colesterol ruim”. Os ácidos graxos poliinsaturados também são chamados de ácidos graxos poliinsaturados essências, ou seja, são aqueles que o organismo não pode fabricar, portanto. Devemos consumi-los através da ingestão dietética.

Apesar da grande extensão do litoral brasileiro, a ingestão de peixes no Brasil ainda é pequena.

Para que a alimentação se torne mais nutritiva e rica, o consumo de peixes deve ser incentivado, visando o aumento de gorduras poliinsaturadas, vitaminas e minerais na dieta. Este deve ser incluído na alimentação por pelo menos duas vezes por semana, intercalando também com outros tipos de carne.

Conheça então as vantagens de consumir peixes:

  • São ricos em proteínas de alto valor nutritivo, tem alta digestibilidade, o que favorece na digestão.

  •  Os peixes de carne clara (bacalhau, badejo, corvina, carpa, dourado, linguado, pescada) apresentam menor quantidade de gordura do que os peixes de carne escura (atum, anchova, cavala, sardinha, salmão e tainha)

  •  São ótimas fontes de vitaminas (A, E, D, niacina e ácido pantotênico) e minerais (sódio, potássio, magnésio, ferro, iodo, cálcio, flúor e selênio).

  • São de fácil preparo, cozinham com facilidade e podem ser utilizados em diversas preparações.

Aumente o consumo de peixes em sua dieta e obtenha estes ótimos benefícios para sua saúde!



Thaís Coutinho é Nutricionista e Personal Diet

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.