Quarta-feira, 12 de maio de 2010, atualizada às 18h

Escola distribui sementes de planta que pode ajudar no combate ao mosquito da dengue

Daniele Gruppi
Repórter

Os alunos da Escola Adventista de Juiz de Fora vão distribuir na próxima quinta-feira, dia 13 de maio, sementes de Crotalária nas principais ruas dos bairros São Mateus e Dom Bosco. A Crotalária tem sido considerada uma nova arma no combate ao mosquito da dengue.

A flor amarela de Crotalária atrai libélulas que precisam de água limpa e parada para colocar suas larvas, as quais devoram a larva do mosquito Aedes aegypti. Depois de adulta a libélula também se alimenta do mosquito da dengue adulto.

Segundo o professor do departamento de Zoologia da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Fábio Prezoto, algumas plantas acumulam água e são ambientes em que muitos insetos se desenvolvem. "A fase imatura de alguns insetos ocorre no ambiente aquático. Depois, sofrem metamorfose e completam o ciclo no ambiente terrestre. Enquanto estão na vida aquática, vão predando o que está disponível. É isso que ocorre com a libélula e o mosquito da dengue."

A diretora da escola, Débora Rodrigues, ressalta que as sementes serão distribuídas juntamente com panfletos com instruções para a população. Os alunos também vão alertar sobre os cuidados com a dengue. "Apesar de a iniciativa estar concentrada em dois bairros, a diretora afirma que a ideia é envolver toda cidade, já que os alunos levarão as sementes para suas casas." Ela diz que as sementes devem ser plantadas em terrenos baldios ou na beira de rios. "Não são necessários cuidados para a manutenção."

Débora conta que a distribuição de sementes de Crotalária é parte do projeto "Um dia de esperança para o planeta" e que a iniciativa será realizada em outras cidades do país. O projeto está inserido dentro do programa "Educação mais vida". "Como em 2010, comemora-se o Ano Internacional da Biodiversidade, as ações estão todas voltadas para o meio ambiente." A próxima iniciativa promovida pela escola ocorre em 5 de junho, Dia do Meio Ambiente. "Vamos entregar para os alunos um kit com vaso, pá, terra e semente para que eles possam plantar mudas em suas residências."

Peixes contra a dengue

Prezoto destaca que existem espécies de peixe que têm a mesma propriedade da Crotalária, de predador da larva do Aedes aegypti. Um exemplo é o Beta, usado na decoração de aquários. "É fácil de encontrar e barato. Pode custar em torno de R$ 3. O peixe encaixa-se em situações específicas de controle da doença."


Os textos são revisados por Madalena Fernandes

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.