Por que sentimos a dor de lado quando corremos?

Nome do Colunista Gema Ferraz 30/06/2018

Pode ter certeza que não é só você que sente aquela dor de lado inconveniente, pode ficar tranquilo. A grande maioria dos corredores sentem ou já sentiram a dor de lado, aquela fisgada lateral (que dói pra caramba), que as vezes é tão forte a ponto de precisar parar o treino.

Conhecida por ETAP (Exercise-Related Transient Abdominal Pain), ainda não existe um consenso científico sobre as razões de seu surgimento. Normalmente, a dor de lado vem para os corredores mais jovens e que exageram na intensidade no início do treino.

Muitos corredores acreditam que não sabem correr ou que precisam aprender a respirar durante a corrida. Porém, parece que a dor de lado não tem a ver apenas com a respiração.

Listei 3 motivos:

Muita gente acha que a fisgada lateral acontece por causa de algo que comeu, o que pode fazer sentido. Comer demais antes de correr pode aumentar o risco da dor de lado. Simplesmente porque você está fazendo digestão enquanto corre, ou seja, seu sistema digestivo está trabalhando e isso sobrecarrega a circulação sanguínea, interferindo no transporte de oxigênio para os músculos.

Respiração

Quando a dor de lado vier, respirar profundamente pode ajudar a aliviá-la. Não realizar a respiração diafragmática enquanto corre independentemente de respirar só pelo nariz ou nariz e boca, pode aumentar as chances de sentir essa fisgada.

Condicionamento físico

Quando não estamos com um condicionamento físico bom, a dor de lado pode surgir porque os músculos precisam de mais oxigênio para gerar energia. Então, o oxigênio que você consegue puxar vai todo para a musculatura, o que deixa os órgãos vitais sem energia para exercer suas funções. O primeiro órgão a sentir é o baço, que dói avisando para que você interrompa a atividade e o sangue volte a circular corretamente e o oxigênio seja destinado de forma equilibrada ao corpo.

Para prevenir a dor lateral durante a corrida é importante você comer o suficiente, fortalecer o Core, não exagerar no ritmo da corrida e fazer exercícios de estabilidade de tronco, como aula de TRX, por exemplo.

Se sentir a fisgada lateral, o mais indicado para aliviar a dor é diminuir o ritmo e, em último caso, parar o exercício até a dor passar.

Boa corrida!!!

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.