• Assinantes
  • Autenticação
  • Saúde

    Dor na articulação sacroilíaca: A Sacroileíte

    Nome do Colunista Amanda Beloti 8/01/2020

    A articulação sacroilíaca é uma das responsáveis por garantir a estabilidade da pelve e distribuir as cargas do tronco para os membros inferiores. Ela é uma das maiores do corpo humano – apesar do pequeno grau de movimentação que exerce.

    A articulação sacroilíaca corresponde à junção dos ossos sacro e ílio (também conhecido por osso ilíaco), unindo a pelve à coluna vertebral (já que o sacro é a continuidade da nossa coluna, até chegar no cóccix – últimos segmentos da coluna).

    A inflamação dessa articulação chama-se Sacroileíte e pode atingir corredores, pessoas acima do peso ou pode acontecer em decorrência de uma lesão por discrepância de forças musculares.

    A dor da sacroileíte começa na região lombar e desce até a virilha, passando pelos glúteos. Pode ir para posterior de coxa e, em alguns casos, para a panturrilha. Na maioria das vezes ocorre apenas de um lado. Um ponto de referência para as pessoas saberem de onde parte a dor, são os “furinhos” que temos perto da lombar:

    Os sintomas podem ser parecidos com os de hérnia de disco, síndrome do piriforme e pubalgia. Por esta razão é necessário que se faça uma avaliação para o diagnóstico diferencial.

    Uma das principais causas da sacroileíte é o aumento no estresse articular. Esse aumento no estresse pode ser causado por diferença no comprimento dos membros inferiores (uma perna mais curta que a outra), escoliose, obesidade ou por desequilíbrios musculares na região abdominal, lombar e no quadril.

    Pode surgir também como consequência de alguma cirurgia prévia na coluna, por conta de uma possível frouxidão nos ligamentos ou por uma hipermobilidade pós-operatória nos segmentos abaixo ou acima da cirurgia. Se em uma cirurgia da coluna algum segmento é fixado com parafusos, por exemplo, os segmentos logo acima e logo abaixo ficarão hipermóveis, para compensar a falta de mobilidade do local operado. Isso gera novas lesões.

    É uma dor bem comum durante a gestação, por causa da abertura da pelve para a passagem do bebê. Recomendamos às gestantes que façam o Pilates Gestacional para prevenção ou tratamento dessa dor.

    A dor da sacroileíte pode ser desencadeada em algumas situações do dia a dia, como por exemplo:

    • Curvar-se para frente
    • Pegar algo do chão
    • Ficar muitas horas em pé
    • Espirros / Tosse
    • Levantar-se após grandes períodos sentado
    • Virar na cama
    • Caminhar / correr
    • Ficar num pé só

    O tratamento normalmente é a fisioterapia, para gerenciar os sintomas atuais e reequilibrar os músculos para eliminar a causa. O fisioterapeuta pode recorrer também, além do fortalecimento muscular, a terapias manuais para redução da dor e ganho de mobilidade (massagem nos tecidos moles, liberação miofascial, mobilização articular, ventosas, osteopatia, agulhamento a seco, dentre muitas outras técnicas). Pode ser necessário o uso de uma cinta abdominal, em um primeiro momento, durante a crise.

    Mas a melhor opção continua sendo PREVENIR, portanto, é muito importante manter controle do peso corporal e atividade física supervisionada para ganho de força muscular contínuo e equilíbrio no fortalecimento!

    Obrigada pela leitura e até a próxima!

    Amanda Beloti é Fisioterapeuta graduada em 2009 pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Especialista em Fisioterapia Traumato-Ortopédica pela mesma instituição. Instrutora Internacional de Pilates pela Pilates Plus (autorizada pela Associação Norte-Americana de Pilates). Sócia-proprietária do Consultório de Fisioterapia e Pilates STUDIO A.
    Telefones: (32) 9135-4097
    Email: amanda.beloti@yahoo.com.br

    Os autores dos artigos assumem inteira responsabilidade pelo conteúdo dos textos de sua autoria. A opinião dos autores não necessariamente expressa a linha editorial e a visão do Portal ACESSA.com

    A Melhor Internet Está Aqui

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.