• Assinantes
  • Autenticação
  • Saúde

    Amor próprio no Dia dos Namorados

    Ana Pernisa Ana Pernisa 12/06/2019

    Chegou o dia 12, Dia dos Namorados. Para quem está acompanhado ou pretende estar, vários planejamentos se fazem para essa data. E, por ser assim,  aqui começo algumas reflexões.  Dia dos Namorados... Não seria ele, todos os dias? Afinal, namorar não é um ato de cuidar diariamente? O amor demanda atenção constante ou se restringe a momentos? Numa relação duradoura, tal como o cultivo de uma planta especial se faz necessário regar, afofar a terra e fazer a poda, quando necessário, para que assim haja uma boa condição de seu crescimento ocorrer. E assim, vamos trabalhando nossas próprias arestas, a medida que amamos e nos amamos.

    Para o cultivo de um bom relacionamento, se faz necessário cuidado, paciência, amor e companheirismo com o outro, mas também conosco! Só assim, de forma equilibrada, aprendendo a nos olhar, respeitar e amar, podemos compartilhar nosso caminhar numa relação de cumplicidade, com pitadas de humor, parceria, risos e leveza. Sim!  Precisamos nos tornar leves!   A maioria de nós  deseja achar um parceiro ou uma parceira, mas será que estamos prontos para contribuir com o que nos compete e oferecer uma boa relação? Hoje, muitas pessoas se relacionam de forma vazia. 

    E, com isso, está se tornando comum, encontrarmos pessoas que  preferem ficar sozinhas. Isso não é de tudo estranho, pois a  medida que nos conhecemos e nos aprimoramos, percebemos que por amor ao nosso processo interno, já não conseguimos viver uma relação qualquer. Relações que é o que na maioria  encontra nos bares, noitadas e aplicativos de relacionamento, onde a oferta de corpos e sentimentos fugazes e rasos  é muito grande e a qualidade às vezes, nem tanto...  Se você, de alguma forma se identifica com que escrevo, convido a pensar. Se esta desejando uma relação, por onde anda você?  Tem se posicionado dentro do que almeja? E, se já está dentro de uma relação, você poderia dizer que oferece o seu melhor a essa relação? E encontra o que almeja como resposta? 

    Entenda, ninguém pode fazer parte de uma relação, se não  se ama e se cuida. Só você sabe e pode comunicar o que deseja. Ninguém é responsável em suprir o outro.  O outro chega como uma complementação de um todo que já deve estar aí com você!!!  

    Ele chega para agregar e,  você se equivoca  ao pensar que o seu ou a sua companheira  vem para suprir ou preencher suas faltas, lacunas ou deficiências.  Caso pense assim,  é bem provável que sua  relação esteja permeada  de cobranças, de inquietação interna e de ciúmes além do que pode ser o natural de uma relação. Atenção! O amor próprio é fundamental para que o próximo seja bem-vindo ao seu convívio numa relação amorosa saudável. Observe! Há muita sabedoria no segundo  mandamento escrito na Bíblia:  "Amar ao próximo, como a si mesmo." Pois bem,  se eu não me amo, provavelmente não sei me cuidar e me  respeitar,  então, como é que eu vou verdadeiramente amar,  respeitar  e compartilhar com outro? Pense nisso!

    Neste Dia dos Namorados, convido a uma pequena pausa para olhar para si e se perguntar:  como anda o seu amor-próprio? Como anda o meu cuidado pessoal? Será que estou  jogando no outro projeções que são minhas de coisas que eu é quem  preciso trabalhar? O que eu posso fazer para  aprimorar essa relação?

    E caso ainda não tenha encontrado seu alguém especial, persista se cuidando e aprimorando! Há uma frase bem verdadeira que sempre vejo nas redes sociais:  "Cuide do seu jardim que as borboletas aparecem". Então! Se você está em busca de uma relação especial, se torne uma pessoa  especial, cultive o seu jardim! Se conheça, esteja atento ao que de fato é significativo e não perca tempo com o que não é!  Com certeza, agindo assim,  você estará dando o tom para o que você deseja  em sua vida e,  se tornando uma excelente companhia para seus momento de solitude em sua jornada, não precisando de envolver só para preencher vazios!  Fica com a dica!

    Um ótimo dia.  Um ótimo mês dos Namorados!  Um beijo carinhoso e até breve!

    Ana Pernisa é Psicóloga, Pedagoga, Coach e Consteladora Familiar. Idealizadora do Grupo Terapêutico Companhia do Ser. Estudiosa e interessada em assuntos que possibilitam e sejam facilitadores ao desenvolvimento pessoal e profissional.

    Os autores dos artigos assumem inteira responsabilidade pelo conteúdo dos textos de sua autoria. A opinião dos autores não necessariamente expressa a linha editorial e a visão do Portal ACESSA.com

    A Melhor Internet Está Aqui

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.