• Assinantes
  • Saúde

    Sexta-feira, 29 de agosto de 2008, atualizada às 11h30

    Cerca de 400 pessoas são esperadas para receber orientações sobre tabagismo no PAM Marechal



    Marinella Souza
    *Colaboração

    O Dia Nacional de Combate ao fumo vai ser lembrado em Juiz de Fora através de um serviço de orientação no PAM Marechal e de um ciclo de palestras nesta sexta-feira, dia 29 de agosto. Para a coordenadora do Serviço de Hipertensão e Diabetes do SUS, a médica Arise Garcia Galil, "as pessoas têm que se conscientizar dos malefícios do cigarro, porque, entre outras coisas, ele é a principal causa do infarto agudo no miocáridio".

    Até às 16h, uma equipe médica está no PAM Marechal prestando orientações para os tabagistas. São feitas avaliações do grau de dependência, conversas sobre o tabagismo e conscientização da importância de se parar de fumar. Só na parte da manhã, 50 tabagistas passaram pelo local.

    A partir das 13h, médicos e profissionais especializados no combate ao fumo vão realizar um ciclo de palestras na UBS Centro Sul. Segundo a assistente social do Serviço de Controle, Prevenção e Tratamento do Tabagismo (Secoptt) da Secretaria de Saúde, Hélida Dias, o tema desse ano é Ambiente 100% livre de fumo: um direito de todos.

    "Os temas das palestras são: tabagismo passivo; o que você precisa saber sobre o tabagismo; tabagismo e oncologia; e a atmosfera da mudança de comportamento para parar de fumar", informa.

    Arise Galil destaca que parar de fumar não é uma tarefa que dependa apenas da força de vontade do fumante. "As pessoas têm o hábito de acusar os fumantes de não conseguirem parar de fumar, alegam que eles são fracos. Mas a verdade é que o tabagismo é uma doença e precisa de tratamento", explica.

    *Marinella Souza é estudante de Comunicação Social na UFJF

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.