• Assinantes
  • Saúde

    Segunda-feira, 10 de novembro de 2008, atualizada às 16h42

    Reunião define fluxo de encaminhamento de cirurgias eletivas em nove hospitais de Juiz de Fora



    Guilherme Arêas
    Repórter

    A Secretaria Municipal de Saúde de Juiz de Fora e gestores de nove hospitais de Juiz de Fora definiram os fluxos de encaminhamento de cirurgias eletivas - consideradas menos urgentes - a serem realizadas em Juiz de Fora.

    Cada responsável pelos hospitais apresentou a capacidade e as especialidades para receberem os pacientes. A expectativa é que a partir desta quarta-feira, 12 de novembro, os pacientes comecem a ser chamados para a avaliação que vai apontar a real necessidade da cirurgia.

    Segundo o coordenador de projetos da Secretaria Municipal de Saúde, Luis Fernando Freesz, é preciso fazer uma atualização dos cerca de seis mil laudos de pacientes que esperam as cirurgias desde 1999.

    "Alguns desses pacientes já fizeram as cirurgias, outros evoluíram para quadros mais graves das doenças e outros, infelizmente, acabaram falecendo", revela.

    Com o novo sistema adotado, o cadastramento de laudos é feito pelo SUS Fácil, um provedor de aplicações especializado em sistemas de informações em saúde do Sistema Único de Saúde (SUS), acessível em tempo real, via internet.

    Só nos últimos 20 dias, cerca de 500 laudos foram cadastrados e 104 cirurgias realizadas em Juiz de Fora. A proposta da reunião com os hospitais é fazer com que o procedimento seja ainda mais ágil. O prazo estipulado para a realização das cirurgias é de um ano.

    As cirurgias são realizadas pelos seguintes hospitais: HPS, Hospital Maternidade Terezinha de Jesus, Santa Casa, Hospital 9 de Julho, Ascomcer, Hospital Dr. João Penido e Hospital Universitário.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.