• Assinantes
  • Saúde
    Quarta-feira, 17 de junho de 2009, atualizada às 19h40

    Novo sorotipo causador da dengue circula em Juiz de Fora

    Clecius Campos
    Repórter

    A Secretaria Municipal de Saúde de Juiz de Fora divulgou na tarde desta quarta-feira, dia 17 de junho, que um novo sorotipo causador da dengue circula no município: o DEN 1. Das doze amostras de sangue coletadas no mês de maio para verificação dos sorotipos, três estavam infectadas com o DEN 1. Os testes foram realizados pela Fundação Ezequiel Dias (Funed). Em 2007 e 2008, quando o mesmo tipo de análise foi realizado na cidade, foi detectado como circulante local o DEN 3.

    Dessa forma, dois dos quatro tipos de sorotipos causadores da dengue (DEN 1, DEN 2, DEN 3 e DEN 4) estão em circulação em Juiz de Fora. No Brasil, ainda não foi detectada a presença do DEN 4.

    De acordo com o subsecretário de Vigilância em Saúde, Ivander Mattos Vieira, o maior risco do aparecimento do vírus é que ele aumenta as chances de ocorrência da dengue hemorrágica. "Com dois vírus em circulação, há a possibilidade de uma pessoa que já foi infectada pelo DEN 3, ser novamente contagiada pelo DEN 1. A manifestação da dengue em uma pessoa que já foi contaminada no passado é mais severa, podendo evoluir para a dengue hemorrágica." Com a presença de um só vírus, essa situação não acontecia, já que a pessoa infectada pelo DEN 3 teria anticorpos para combater o mesmo vírus, caso fosse contaminada novamente.

    Segundo Vieira, as pessoas que são contaminadas pela primeira vez com o DEN 1, apresentam os sintomas característicos da doença: febre súbita, dor em toda a cabeça, atrás dos olhos, nas articulações e nos músculos, lesões avermelhadas na pele, indisposição, falta de apetite e possibilidade de diarreia e vômito. "A população não precisa se alarmar."

    Como o vírus também é transmitido pelo Aedes aegypit, o Departamento de Vigilância Epidemiológica da Prefeitura segue combatendo o vetor, de acordo com o Programa Nacional de Combate a Dengue (PNCD), com monitoramento por meio de armadilhas, orientação à comunidade e eliminação de focos com larvicida e de alados com pulverização. Ações pontuais também são realizadas. Vieira lembra que a participação da população é de extrema importância no combate à doença.

    Números da dengue em Juiz de Fora

    Em 2009, 229 casos da doença foram confirmados, sendo 198 autóctones e 31 importados. Outros 12 pacientes estão sob investigação. Segundo Vieira, a tendência daqui para frente é a redução gradativa no número de casos. O motivo é a temperatura amena, que desacelera o metabolismo do mosquito, reduzindo sua proliferação.

    Os textos são revisados por Madalena Fernandes

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.