Sexta-feira, 30 de outubro de 2009, atualizada às 18h15

Cães e gatos devem receber segunda dose da vacina antirrábica

Da Redação

A segunda etapa da campanha de vacinação antirrábica está marcada para o próximo dia 7 de novembro. A meta é vacinar entre seis e oito mil cães e gatos com a dose de reforço para os animais que receberam apenas uma dose de vacina durante toda a vida. Além disso, poderão ser vacinados aqueles que não receberam a dose na primeira etapa ou os animais cujos donos desconhecem o histórico vacinal.

A orientação é que cães e gatos, a partir de três meses de idade, sejam imunizados. Os animais que estiverem doentes não devem receber a dose. A cidade contará com 36 postos de vacinação (ver quadro), incluindo algumas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), que funcionarão das 8h às 16h.

A raiva

A raiva é uma doença infecciosa aguda que acomete mamíferos. É causada por um vírus que se propaga no organismo, atingindo o sistema nervoso central, passando às glândulas salivares. A forma mais comum de transmissão da doença ao homem é pelo contato com a saliva do animal raivoso, por meio de mordidas, arranhões ou lambidas de mucosa ou de pele. Os principais vetores de transmissão são cães, gatos e morcegos.

Desde 1998, em Juiz de Fora, não são registrados casos de raiva em cães e gatos. A cidade nunca teve casos de raiva em seres humanos.
Resultado da primeira etapa

Segundo dados do departamento de Zoonoses da Secretaria de Saúde (SS), durante a primeira etapa da campanha de vacinação antirrábica, realizada no dia 3 de outubro, aproximadamente 51 mil animais foram imunizados, sendo 46.989 cães e 3.879 gatos. Com o total, foi superada a expectativa inicial, que era vacinar 45 mil animais. 

Postos de vacinação

Os textos são revisados por Madalena Fernandes

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.