• Assinantes
  • Saúde
    Quarta-feira, 11 de novembro de 2009, atualizada às 13h

    Campanha busca conscientizar a população sobre a morte súbita cardíaca

    Pablo Cordeiro
    *Colaboração

    Nesta quinta-feira, 12 de novembro, Dia Nacional de Prevenção de Arritmias Cardíacas e Morte Súbita, o Serviço de Cardiologia do Hospital Universitário (HU) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) irá realizar uma campanha de conscientização popular quanto à morte súbita cardíaca. Das 8h às 16h, equipes do HU e da Liga Acadêmica de Cardiologia da UFJF estarão na reitoria do Campus Universitário e no Parque Halfeld distribuindo panfletos e demonstrando, através de um manequim, a maneira correta de agir em um momento de parada cardíaca.

    Para o Chefe do Serviço de Cardiologia do HU/UFJF, Hélio de Lima Brito, o conhecimento da população é fundamental. "Quando a pessoa sofre uma parada cardíaca, o tempo de vida dela gira em torno de dez minutos, só que, na maioria das vezes, o socorro demora mais tempo. Com a ação imediata, a vida pode ser salva. A cada minuto, perde-se 10% da chance de sobreviver. Por isso, vamos orientar sobre como realizar de forma correta a massagem cardíaca e sobre a utilização do desfibrilador externo automático (DEA), dispositivo para a utilização de leigos."

    De acordo com Brito, em 2006, Juiz de Fora registrou cerca de mil óbitos relacionados a doenças cardiovasculares, sendo que destes, 500 foram pela morte súbita. "Se comparados com outras mortes, como acidentes vasculares encefálicos (150), câncer de pulmão (80) e AIDS (50), por exemplo, os índices são muito superiores. Nos Estados Unidos, após a realização de programas de conscientização popular, localidades em que a porcentagem de sobrevivência era de 5%, passaram para 30% e até 50%."

    *Pablo Cordeiro é estudante do 9º período de Comunicação Social da UFJF

    Os textos são revisados por Madalena Fernandes

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.