• Assinantes
  • Autenticação
  • Saúde

    JF lidera taxa de incidência de casos de aids em MGIncentivo à testagem e o fato de Juiz de Fora ser polo regional de pacientes da região podem justificar a taxa

    Daniele Gruppi
    Repórter
    26/11/2009

    Juiz de Fora lidera a taxa de incidência de casos de aids em Minas Gerais, segundo o Boletim Epidemiológico Aids/DST 2009, divulgado nesta quinta-feira, 26 de novembro, pelo Ministério da Saúde. A pesquisa considera os cem municípios brasileiros com 50 mil habitantes ou mais, com maior taxa de incidência de casos de aids notificados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), de 2002 a 2007. A cidade está na frente de Uberaba, Araxá e Três Pontas. Belo Horizonte não aparece na lista. Entre os municípios brasileiros, a Manchester Mineira ocupa a 27ª posição, na frente do Rio de Janeiro (36ª).

    Em 2002, Juiz de Fora registrou 31 casos por 100 mil habitantes e, em 2007, a notificação passou para 40,2. Segundo o coordenador do Programa Municipal de Combate à Aids da Prefeitura de Juiz de Fora, Rodrigo Almeida, o dado é real, mas não preocupa, pois a evolução da taxa de incidência na cidade, entre 1997 e 2007, está em estabilização.

    Para ele, os números são justificados pelo fato de Juiz de Fora incentivar a testagem, realizar um trabalho constante visando à redução da subnotificação e por ser polo regional de pacientes da região, atendendo 107 municípios. "Há cinco anos, fazíamos 800 exames. Hoje, são feitos 1.500 por mês. Quanto mais procuramos casos de aids, mas eles aparecem."

    Rodrigo destaca que de 2006 a 2009 as notificações em maiores de 13 anos, residentes na cidade, caiu. Em 2006, foram 125 casos, em 2007, 145, em 2008, 111 e, em 2009, até o momento, 33. Ele afirma que a epidemia está concentrada na faixa entre 14 e 24 anos. "Os dados revelam que fazemos um trabalho bem feito e serve de alerta, pois devemos atuar mais na prevenção."

    Dados na região Sudeste

    Dos casos de aids acumulados de 1980 até junho de 2009, a região Sudeste é a que tem o maior percentual (59,3%) do total de notificações, com 323.069 registros da doença. Minas Gerais tem 7.991 casos, Espírito Santo, 7.940, Rio de Janeiro, 75.805 e São Paulo, 201.333. A região Sudeste apresenta tendência de crescimento da doença nas cidades menores e queda nas maiores, assim como Centro-Oeste e Sul.

    Mutirão

    O Dia Mundial de Combate à Aids, comemorado na próxima terça-feira, dia 1º de dezembro, será marcado por um mutirão. Com o tema "Aids não tem cura, preconceito, sim", técnicos do Programa de DST/Aids vão trabalhar na abordagem e conscientização dos juizforanos, através de um estande montado na rua Halfeld, em frente ao Cine-Theatro Central.

    Além do trabalho educativo, haverá o mutirão de testagem, incentivando a realização do exame de HIV, hepatites virais e sífilis. Os exames serão feitos no 7º andar do PAM Marechal. O coordenador ressalta que a testagem é gratuita e sigilosa.

    Centro de Referência da Aids

    De acordo com Rodrigo, está previsto para o primeiro semestre de 2010 a implantação do Centro de Referência de Aids, na avenida dos Andradas. "O local vai beneficiar aproximadamente dois milhões de habitantes da macrorregião de Juiz de Fora. Além de casos de aids, o centro vai atender também doenças infectocontagiosas."

    O coordenador afirma que o objetivo é desafogar as unidades de saúde e oferecer um atendimento especializado, com rapidez e tecnologia. A previsão é de que o custo do projeto fique em R$ 3 milhões. "Os recursos serão provenientes dos governos federal, estadual e municipal."

    Aids: Formas de contágio
    • Sexo oral sem proteção;
    • Sexo vaginal sem camisinha;
    • Sexo anal sem camisinha;
    • Uso de seringa e agulha por mais de uma pessoa;
    • Transfusão de sangue contaminado;
    • Da mãe contaminada para o filho durante a gravidez, parto ou amamentação;
    • Instrumentos que furam ou cortam não esterilizados.
    • * Fonte: Ministério da Saúde

    Os textos são revisados por Madalena Fernandes

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.